Doença de crohn

Como as causas da doença de Crohn são desconhecidas, essa doença é incurável. No entanto, pode ser controlada atuando sobre seus sintomas.
Doença de crohn

Escrito por Equipo Editorial

Última atualização: 17 dezembro, 2022

A doença de Crohn é uma doença intestinal que consiste na inflamação crônica da espessura da parede de várias seções do trato digestivo, geralmente no intestino.

Pode afetar pessoas de qualquer idade. No entanto, a maioria dos pacientes são adultos jovens com idades entre 16 e 40 anos.

Afeta igualmente homens e mulheres e, além disso, parece ser mais comum em algumas famílias, portanto deduzimos que a genética está envolvida no desenvolvimento da doença. Cerca de 20% dos pacientes com doença de Crohn têm um membro da família com algum tipo de doença inflamatória intestinal.

Para entender melhor a doença de Crohn, é importante fazer uma breve revisão da doença inflamatória intestinal.

O que é doença inflamatória intestinal?

A doença inflamatória intestinal ou DII é caracterizada por inflamação crônica da parede intestinal de etiologia inespecífica.

Além disso, ocorre mais de uma vez ao longo do tempo. Dentro desta doença, existem duas outras patologias principais, a colite ulcerosa e a doença de Crohn.

Já a primeira afeta apenas a mucosa da parede do cólon. Ao contrário disso, a doença de Crohn afeta toda a espessura da parede intestinal e todos os segmentos intestinais. No entanto, essa condição parece segmentar e assimétrica.

Dor de estomago

Causas da doença de Crohn

A origem exata desta doença é desconhecida, mas uma série de fatores imunológicos, microbiológicos, ambientais e genéticos foram identificados como fatores que aumentam o risco de sofrer dessa doença.

A hipótese mais aceita quanto à importância desses fatores indica que existe uma suscetibilidade individual geneticamente determinada. Esse fato influencia o fato de a doença se desenvolver diante da desregulação autoimune contra certos fatores ambientais, nos quais a microbiota desempenha uma importância relevante .

Em suma, os fatores que favorecem o desenvolvimento da doença de Crohn são:

  • Genético.
  • Imunológico.
  • Ambiental

Sintomas

Como a doença de Crohn pode afetar qualquer parte do intestino, os sintomas podem ser muito diferentes de um paciente para outro. Entre os mais comuns encontramos:

Como já dissemos, nem todos os pacientes apresentam esses sintomas. Às vezes, a doença ocorre sem nenhum deles. Por outro lado, outros sintomas são: dor anal, fissuras e artrite.

Além disso, essa doença tem sido associada a uma maior predisposição ao câncer de cólon. No entanto, os estudos ainda não foram conclusivos, pois as causas exatas do desenvolvimento da doença de Crohn não são conhecidas.

Colón irritável

Você pode estar interessado em: Diarreia: sintomas, causas e tratamento

Como é diagnosticada?

O diagnóstico dessa patologia é feito por meio de dados clínicos obtidos em exames laboratoriais e histológicos, endoscópicos e radiológicos. Não existe um teste específico para detectar a doença.

Portanto, é necessário sempre excluir a enteropatia celíaca e as infecções intestinais, uma vez que ambas as doenças também causam inflamação da mucosa.

A falta de um teste eficaz para o diagnóstico precoce da doença leva a um atraso significativo no mesmo. Os testes realizados são:

  • Endoscopia: permite o diagnóstico inicial e diferencial. Também serve para avaliar a resposta ao tratamento e, em alguns casos, como método terapêutico.
  • Radiologia: ajuda a detectar edemas, úlceras, estenoses, fístulas e afetações extra-intestinais.
  • Exames laboratoriais: geralmente é feito o exame da calprotectina, que vai determinar se há inflamação intestinal ou não, dependendo da presença ou não dessa proteína nas fezes.
  • Histologia: é realizada biópsia para diagnóstico diferencial.

Tratamento

Como as causas da doença de Crohn são desconhecidas, essa doença é incurável. No entanto, pode ser controlada atuando sobre seus sintomas. Por esse motivo, a maioria dos pacientes pode levar uma vida normal.

Nesse sentido, o objetivo do tratamento é evitar novos surtos ou reduzir a duração dos que surgem. Entre as opções de tratamento, encontramos:

  • Farmacológico: os medicamentos usados são geralmente glicocorticóides em surtos agudos e imunossupressores para manter o efeito em longo prazo.
  • Cirúrgico: consiste em retirar a parte do intestino afetada e que a pessoa fique livre de sintomas em curto prazo. Esta cirurgia não é curativa.
  • Mudanças na dieta.
Pode interessar a você...
Diferenças entre colite ulcerosa e doença de Crohn
Muy Salud
Leia em Muy Salud
Diferenças entre colite ulcerosa e doença de Crohn

Embora sejam semelhantes, existem diferenças entre a colite ulcerosa e a doença de Crohn. Descubra quais são essas diferenças.



  • Najarian, D. J., & Gottlieb, A. B. (2003). Crohn ’ s Disease. Drug Therapy.
  • Welch, C. E. (1970). Enfermedad de Crohn. Prensa Medica Argentina.
  • Scott, F. I., & Osterman, M. T. (2013). Medical management of crohn disease. Clinics in Colon and Rectal Surgery. https://doi.org/10.1055/s-0033-1348043

Los contenidos de esta publicación se redactan solo con fines informativos. En ningún momento pueden servir para facilitar o sustituir diagnósticos, tratamientos o recomentaciones provenientes de un profesional. Consulta con tu especialista de confianza ante cualquier duda y busca su aprobación antes de iniciar o someterse a cualquier procedimiento.