O que é fibromialgia?

A fibromialgia é uma condição crônica caracterizada pela dor generalizada. Embora não haja tratamento que possa curá-la completamente, é possível reduzir os surtos de dor.
O que é fibromialgia?
María Vijande

Escrito e verificado por la farmacéutica María Vijande em 28 Julho, 2021.

Última atualização: 28 Julho, 2021

A fibromialgia é uma doença crônica caracterizada por dor musculoesquelética moderada a grave generalizada.

Os pacientes apresentam hipersensibilidade excessiva em múltiplas áreas corporais e pontos pré-definidos sem alterações orgânicas demonstráveis.

A palavra fibromialgia, também conhecida como FM, significa dores nos músculos e tecido fibroso. É uma doença comum. Entre 2 e 6% da população sofre com isso. Além disso, as mulheres são mais propensas a sofrer com isso.

É observada principalmente entre os 20 e os 50 anos de idade, embora haja casos de crianças e idosos com esta doença.

Pode aparecer como uma alteração única, neste caso falamos de fibromialgia primária, ou associada a outras doenças (fibromialgia concomitante).

Causas da fibromialgia

fibromialgia, pontos de dor, contraturas

Hoje, a causa exata desta doença não é conhecida. Os especialistas acham que há muitos fatores envolvidos.

Tem gente que desenvolve a doença sem causa aparente. Em outras, porém, começa após processos identificáveis, como infecção bacteriana e viral, acidente automobilístico ou após outras doenças, como artrite reumatóide ou lúpus eritematoso, entre outras.

No entanto, esses agentes não parecem ser responsáveis pelo desenvolvimento da fibromialgia, mas o que provavelmente fazem é despertá-la em uma pessoa que tem uma anormalidade oculta na regulação de sua capacidade de responder a certos estímulos.

Sua regulação tem sido observada com distúrbios do sistema nervoso central e periférico, alteração de neurotransmissores e hormônios, distúrbios do sono e fatores genéticos, entre outros.

Sintomas

memória esquecer amnésia memórias Alzheimer

O sintoma central é a dor generalizada nos músculos, articulações e ligamentos, acompanhada por:

  • Fadiga intensa e rigidez muscular : geralmente aparecem pela manhã e pioram com o repouso.
  • Distúrbios do sono.
  • Perda de memória e dificuldade de concentração.
  • Dor de cabeça
  • Ansiedade e tristeza: derivam da capacidade de levar uma vida normal.

Embora a dor seja constante, os sintomas da fibromialgia surgem como crises. O paciente passa por fases de estabilidade e outras em que piora.

Cada pessoa evolui de uma maneira diferente. Portanto, é difícil definir as causas da fibromialgia e um único tratamento que funcione em todos os casos. Além disso, você pode ter duas doenças relacionadas à dor crônica ao mesmo tempo.

Além dos sintomas mencionados, o paciente apresenta outros problemas como:

  • Problemas de pele
  • Sintomas do tórax.
  • Problemas de vertigem e desequilíbrio.
  • Outras.

Você pode estar interessado em: Os benefícios da ioga para a fibromialgia

Como é tratada?

fibromialgia fisioterapia dor nas costas

Não existe tratamento que cure a doença em sua totalidade. No entanto, existe tratamento para ajudar a melhorar a qualidade de vida sem ter crises de dor tão frequentes.

É importante conhecer a natureza da doença e quais são os desencadeadores das crises e estabelecer as melhores condições para ter um sono reparador.

O tratamento da fibromialgia deve ser orientado por um reumatologista, um fisioterapeuta e, quando necessário, um psiquiatra. Geralmente inclui:

Medicação para dor e depressão

Para aliviar a dor no corpo, o médico pode recomendar o uso de analgésicos e anti-inflamatórios como o Tramadol. No entanto, esses medicamentos nem sempre são eficazes e o médico pode trocar os medicamentos por outros que atuam no sistema nervoso central.

No caso em que o paciente sofra de ansiedade, depressão e problemas de sono, o especialista correspondente pode indicar a administração de medicamentos para combater esses problemas. Na verdade, esses problemas costumam reduzir muito a qualidade de vida do paciente.

Fisioterapia

Para melhorar os movimentos, são recomendadas sessões de fisioterapia. Para serem eficazes, elas devem ser feitas pelo menos duas vezes por semana.

O fisioterapeuta fará massagens terapêuticas, exercícios de alongamento e relaxamento, pois isso ajuda a diminuir os sintomas por promover analgesia local e melhorar a circulação sanguínea.

Fazer atividade física

osteoporose exercício fibromialgia idosa

Esta é outra medida importante para melhorar a qualidade de vida dos pacientes com fibromialgia. Porém, você deve seguir as instruções do médico e do preparador físico para realizar, na maioria das vezes, exercícios que auxiliem no alívio da dor e alongamento da musculatura.

Alguns desses exercícios incluem caminhada, natação e hidroginástica. Eles geralmente são feitos de 3 a 5 vezes por semana, durante 30 a 60 minutos.

Evolução

Apesar de ser uma doença benigna (não produz sequelas físicas) e não influencia a sobrevivência do paciente, o impacto que causa na qualidade de vida de quem a sofre é muito variável de pessoa para pessoa, sendo mais limitante em algumas pessoas do que em outras.

Pode interessar a você...
Os benefícios do Pilates para a fibromialgia
Muy SaludLeia em Muy Salud
Os benefícios do Pilates para a fibromialgia

Os benefícios do Pilates para a fibromialgia vão além de melhorar a resistência e flexibilidade. A seguir, mais detalhes.