Quando tomar suplementos vitamínicos?

Nosso corpo precisa de vitaminas e minerais para poder desempenhar todas as suas funções corretamente. Normalmente os obtemos com uma alimentação saudável e variada, mas às vezes pode ser benéfico complementar a dieta e tomar um suplemento vitamínico.
Quando tomar suplementos vitamínicos?

Escrito por Sara Santos Lorente, 26 Julho, 2021

Última atualização: 26 Julho, 2021

Nosso corpo precisa de vitaminas e minerais para poder desempenhar todas as suas funções corretamente. Todos eles têm alguma função específica. Normalmente, obtemos vitaminas e minerais da dieta. Mas se não for possível atender a todas as necessidades do nosso corpo, podemos tomar suplementos vitamínicos. Com isso, poderemos preencher os requisitos necessários.

O que são suplementos vitamínicos?

Os suplementos vitamínicos são produtos complementares à dieta que contêm vitaminas e geralmente minerais. Coloquialmente, também os conhecemos como multivitaminas ou simplesmente “vitaminas”.

As vitaminas e minerais que fazem parte da composição dos suplementos têm funções importantes em nosso organismo. Portanto, a falta de qualquer um deles pode causar problemas de saúde.

Tipos de suplementos vitamínicos

suplementos vitamínicos vitaminas minerais

Podemos encontrar uma infinidade de suplementos vitamínicos em farmácias e atualmente também podem ser encontrados em supermercados e até na internet.

Além disso, se precisarmos de suplementos vitamínicos, podemos encontrá-los tanto em cápsulas como em fórmulas bebíveis, sejam comprimidos efervescentes ou ampolas.

Existem diferentes tipos, embora os mais comuns sejam aqueles em cuja composição podemos observar todas ou quase todas as vitaminas (A, oito tipos de vitaminas do grupo B, C, D, E e K) e os minerais.

Além disso, podemos tomar suplementos vitamínicos formulados para uma indicação mais específica. Algumas dessas indicações podem ser, por exemplo, para:

  • Aumentar o desempenho e / ou energia.
  • Melhorar o controle de peso.
  • Aumentar a imunidade do corpo.
  • Fortalecer o cabelo e as unhas.

Nesse caso, todos costumam conter algum composto além de vitaminas e / ou minerais em sua formulação. Eles geralmente são suplementados com extratos de plantas.

Descubra: Escitalopram

Qual o efeito de tomar suplementos vitamínicos?

rir sorrir felicidade feliz

AS multivitaminas estão se tornando cada vez mais comuns como parte de nossa dieta. Tomamos esses suplementos por vários motivos, geralmente com o objetivo de promover uma boa saúde, reduzindo assim o risco de desenvolver doenças.

Um dos objetivos dos suplementos vitamínicos é o aumento da ingestão de micronutrientes. Ou seja, eles nos ajudam a cobrir a quantidade recomendada de vitaminas e minerais para o funcionamento ideal do nosso corpo.

Esta ingestão recomendada é geralmente alcançada através da manutenção de uma dieta saudável, variada e equilibrada. Mas, em certas ocasiões, pode ser benéfico complementar a dieta com suplementos vitamínicos.

Por exemplo, se estivermos doentes, se passarmos por períodos de estresse físico e / ou mental ou por períodos em que comemos mal. E, em geral, para quem não conseguiu ou tem dificuldade em cobrir a ingestão necessária devido a diversos fatores.

Devo tomar um suplemento vitamínico?

Os suplementos vitamínicos podem complementar nossa dieta diária, mas nunca devem substituí-la. Poderá verificar que no folheto ou documento informativo do suplemento, geralmente se indica de alguma forma o seguinte: este suplemento nutricional não substitui uma dieta variada.

suplementos vitamínicos vitaminas minerais nutrientes

Portanto, é importante saber que eles não podem repor os nutrientes dos alimentos que uma alimentação balanceada nos proporciona. Além disso, alguns deles são recomendados pelos médicos, por exemplo:

  • Suplementos de vitamina D. A vitamina D regula o metabolismo do cálcio e é muito importante para ossos e dentes saudáveis. Geralmente é recomendado durante a gravidez, lactação, em pessoas com mais de 65 anos de idade e em aquelas pessoas com pouca exposição ao sol.
  • Ácido fólico É recomendado em mulheres que desejam engravidar e também durante as primeiras semanas de gravidez. É utilizado para prevenir defeitos no desenvolvimento do feto, como a espinha bífida.

Você pode estar interessado: As principais causas da DPOC

Recomendações de uso

A dose recomendada de cada suplemento alimentar é mostrada em cada frasco. Geralmente contêm uma quantidade de vitaminas próxima da dose diária recomendada.

Geralmente é referenciado na embalagem pelas letras VRN ou Valores de Referência de Nutrientes, para a população em geral. Portanto, a dose recomendada na embalagem ou folheto informativo não deve ser excedida.

Normalmente, as doses de suplementos vitamínicos são consideradas seguras, embora tomadas em grandes quantidades e cronicamente podem causar alguns efeitos indesejáveis.

As vitaminas dos grupos A, D, E e K podem se acumular em nosso corpo, pois fazem parte do grupo das vitaminas lipossolúveis.

Por outro lado, geralmente isso não acontecer com as outras, que são solúveis em água. Nesse caso, nosso corpo absorve o que precisa e elimina o restante. Por outro lado, o excesso de vitamina C pode causar dor abdominal e diarreia.

Além disso, como discutimos anteriormente, a ingestão de suplementos vitamínicos complementa uma dieta saudável e balanceada, mas não a substitui.

Em suma, tomar suplementos vitamínicos às vezes pode nos ajudar a completar nossa dieta, se ela for deficiente em algum delas, e assim ajudar a manter nosso corpo saudável.

Pode interessar a você...
Diferenças entre suplementos e complementos alimentares
Muy SaludLeia em Muy Salud
Diferenças entre suplementos e complementos alimentares

Os suplementos e os complementos alimentares são produtos que ganharam muita relevância nas dietas atuais. Vamos explicar a diferença



  • García A. Los requerimientos de vitaminas A, D y E. In: Enfermedades metabólicas. 2015.
  • Martínez Suárez V, Moreno Villares JM, Dalmau Serra J. Recomendaciones de ingesta de calcio y vitamina D: posicionamiento del Comité de Nutrición de la Asociación Española de Pediatría. An Pediatr. 2012;77(1).
  • National Institutes of Health – Office of Dietary Supplements. Datos sobre los suplementos multivitamínicos/minerales. 2017;4. Available from: https://ods.od.nih.gov/pdf/factsheets/MVMS-DatosEnEspanol.pdf