Tratamento de hipotireoidismo

A glândula tireóide é responsável por regular uma ampla variedade de funções no corpo. O hipotireoidismo é um dos problemas de saúde derivados de um mau funcionamento da glândula. Descubra suas opções terapêuticas abaixo.
Tratamento de hipotireoidismo

Escrito por Maite Córdova Vena, 14 Julho, 2021

Última atualização: 14 Julho, 2021

O hipotireoidismo é um dos distúrbios mais comuns da tireoide. É caracterizado por impedir que a glândula produza hormônios tireoidianos suficientes, o que por sua vez produz vários sintomas que vão desde pele seca, rouquidão, batimento cardíaco lento e perda de cabelo até ganho de peso. No entanto, o tratamento do hipotireoidismo ajuda a revertê-los.

O tratamento, de fato, ajuda a reverter os sintomas e a restaurar a qualidade de vida de uma pessoa. No entanto, ele não cura o hipotireoidismo como tal, assim explicam os especialistas da American Thyroid Association. Portanto, os pacientes geralmente devem tomar medicamentos (quase sempre por toda a vida) para manter a doença sob controle.

Vamos ver mais detalhes abaixo para entender por que o tratamento é eficaz no controle dos sintomas e não na cura da doença,  e por que deve ser vitalício na maioria dos casos, etc.

Levotiroxina (T4)

O tratamento do hipotireoidismo inclui principalmente medidas farmacológicas
O principal medicamento para tratar a falta de hormônios da tireoide é justamente a mesma substância produzida sinteticamente.

Independentemente da causa, o hipotireoidismo torna a tireoide incapaz de liberar níveis adequados dos hormônios T3 e T4, necessários para o bom funcionamento do corpo.

A falta desses hormônios pode desacelerar o metabolismo e causar vários sintomas. Portanto, o tratamento farmacológico é necessário. Isso é ajustado de acordo com a condição clínica predominante da pessoa.

Portanto, a levotiroxina (T4 sintético) é um dos medicamentos que o tratamento para o hipotireoidismo pode incluir. Isso ocorre porque ela ajuda a repor o hormônio da tireoide que o corpo produz. Em alguns casos, a levotiroxina pode ser combinada com a liotironina.

O tratamento medicamentoso para o hipotireoidismo começa com doses baixas para reduzir o risco de efeitos colaterais. Os ajustes são feitos progressivamente. O objetivo é atingir e manter seu nível de TSH na faixa normal.

Extrato de tireoide dessecada

O Manual MSD afirma que “outra forma é o extrato de tireoide dessecada, que é obtido das glândulas tireoidianas de animais, embora não seja mais usado com frequência… é menos satisfatório do que o T4 sintético, porque o conteúdo dos hormônios tireoidianos presente em cada comprimido é variável “.

Estilo de vida

O tratamento para hipotireoidismo inclui mudanças no estilo de vida
Seguir uma dieta saudável, com baixo teor de alimentos ultraprocessados, como na dieta mediterrânea, pode ajudar a controlar o hipotireoidismo.

Embora se concentre nas medidas farmacológicas, o tratamento do hipotireoidismo também inclui algumas mudanças no estilo de vida. Com isso, pretende-se aumentar o bem-estar da pessoa, ao mesmo tempo que reforça a eficácia do tratamento e melhora a saúde de forma integral.

As recomendações sobre estilo de vida são personalizadas na consulta. Não existe uma dieta para o hipotireoidismo propriamente dito, nem uma diretriz definida para os exercícios.

Conforme explicado na revista Today’s Dietitian, existem vários fatores nutricionais que desempenham um papel na otimização da função da tireóide. Nesse sentido, é possível observar que as deficiências nutricionais podem desencadear ou agravar alguns sintomas, por isso é conveniente tratá-las adequadamente, e isso também é conseguido por meio da alimentação.

Embora você possa consultar um nutricionista a esse respeito, o ideal é consultar primeiro o seu médico sobre o tipo de dieta que deve ser seguida para obter os benefícios. Isso, em parte, porque existem alimentos que podem interagir com alguns medicamentos e, consequentemente, modificar seu modo de ação.

Como explicam os especialistas da Mayo Clinic, alguns medicamentos como antiácidos contendo hidróxido de alumínio ou suplementos (apenas de cálcio, apenas de ferro ou multivitaminas com ferro) e até mesmo alguns alimentos (nozes, soja e derivados) podem afetar a absorção da levotiroxina.

Além disso, se recomendam consultar o médico sobre a dieta, caso ela seja normalmente rica em fibras.

Os exames médicos são vitais

Conforme indicado em vários estudos, é recomendável combinar uma alimentação saudável com a prática de exercícios físicos regulares, conforme orientação do médico. Isso melhorará significativamente a qualidade de vida, pois além de contribuir para o funcionamento da tireoide, ajudará a descansar melhor, ter mais energia e controlar melhor a tensão emocional.

Em caso de dúvidas sobre o tratamento em si ou sobre as mudanças que devem ou não ser feitas no estilo de vida, o correto é ir ao médico. Tentar agir por conta própria não é recomendado, pois pode não dar certo.

Em suma, evitar extremos, consultar o seu médico sobre qualquer dúvida ou preocupação e seguir as indicações das prescrições é o que lhe garantirá uma boa saúde.

It might interest you...
O que é tireotoxicose?
Muy SaludLeia em Muy Salud
O que é tireotoxicose?

A tireotoxicose é uma condição na qual ocorre um desequilíbrio na secreção dos hormônios tireoidianos. Descubra o que pode causar esse distúrbio.