Diferenças entre artrite e bursite

Existem várias diferenças entre a bursite e a artrite. Você quer conhecê-las? Hoje mostraremos as características de cada condição e quando quando é necessário buscar a ajuda de um especialista.
Diferenças entre artrite e bursite

Escrito por Josberth Johan Benitez Colmenares, 08 Agosto, 2021

Última atualização: 10 Agosto, 2021

Embora essas doenças compartilhem alguns sintomas, existem muitas diferenças entre a artrite e a bursite. É muito importante diagnosticar corretamente qual das duas está causando os sintomas, pois o tratamento e o prognóstico variam conforme o caso.

Isso deve ser feito por um especialista, pois o processo diagnóstico requer exames laboratoriais e de imagem.

No entanto, e com o objetivo de educar em relação às distinções, é importante que você saiba como a bursite e a artrite se diferenciam. Revisaremos as principais características de cada uma e faremos uma comparação entre as semelhanças e disparidades.

O que é bursite?

As diferenças entre a artrite e a bursite incluem a localização.
Uma das diferenças fundamentais entre a bursite e a artrite é o local onde a articulação é afetada.

De acordo com a Johns Hopkins Medicine, bursite é a inflamação das bursas. Elas são pequenos sacos cheios de líquido que servem para amortecer a fricção que ocorre entre os tecidos.

Com lesões, uso excessivo ou infecções as bursas se inflamam e produzem o que é chamado de bursite. A inflamação é temporária, não causa deformações e pode ser tratada em algumas semanas.

Teoricamente a condição pode afetar qualquer parte do corpo, mas na prática existem áreas mais propensas à inflamação. Os tecidos mais frequentemente afetados pela bursite são os seguintes:

  • Tendão retromaleolar: também conhecido como bursite do tendão de Aquiles anterior ou doença de Albert. Sapatos com suporte rígido, lesões ou algumas doenças podem causá-la.
  • Tendão de Aquiles posterior: denominado em alguns casos de deformidade de Haglund. É mais comum em mulheres, e alguns pesquisadores apoiam o uso de cirurgia durante o tratamento.
  • Quadril: é mais frequente em pessoas mais velhas e em mulheres. É conhecida em alguns contextos como bursite trocantérica. Além de lesões e uso excessivo, algumas doenças como a artrite reumatoide podem ser a causa, de acordo com as evidências.
  • Joelho: também chamada de bursite do pé de galinha ou bursite Pes Anserine, como aponta o Stanford Health Care. Pode se desenvolver em razão de excesso de peso, artrite ou quando não são feitos  alongamentos antes dos exercícios.

Outras manifestações frequentes são a bursite do cotovelo e da patela. A maioria delas limita o movimento mas não causa grandes problemas após o tratamento.

O que é artrite?

A artrite engloba um grupo de doenças crônicas caracterizadas, em sua maioria, por inflamação e rigidez nas articulações. Seguindo a Harvard Health Publishing, existem mais de 100 manifestações desse tipo, cada uma com peculiaridades próprias. As duas mais comuns são as seguintes:

  • Artrite reumatoide: é uma doença autoimune na qual o próprio corpo ataca várias articulações ao mesmo tempo (na maioria das vezes). Afeta principalmente as mãos, pulsos e joelhos. Obesidade, herança genética, sexo (é mais comum em mulheres) e envelhecimento são fatores de risco, conforme observado pelo Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Saiba mais sobre ela aqui.
  • Osteoartrite: de acordo com os pesquisadores, essa é a doença articular mais comum do mundo. Sua prevalência chega a 80% em pessoas com mais de 75 anos. É caracterizada pela degradação da cartilagem nas articulações.

Outras manifestações comuns são gota, osteoartrite, lúpus e fibromialgia. Cada uma apresenta uma evolução diferente, embora em geral todas tendam a ser crônicas. Ou seja, ocorrem a longo prazo e requerem tratamento para evitar o agravamento dos sintomas.

Diferenças entre artrite e bursite

Agora que você tem uma compreensão geral do que são essas condições, é hora de explorar as diferenças entre a artrite e a bursite. Alguns elementos distintivos já foram adiantados, e podem ser condensados na seguinte lista:

  • A bursite é uma manifestação aguda, enquanto a artrite se desenvolve de forma crônica.
  • A bursite pode ser tratada em algumas semanas e as sequelas que ela apresenta são mínimas. A artrite, por outro lado, requer tratamento permanente e pode limitar seriamente a mobilidade dos pacientes.
  • A inflamação da artrite está na própria articulação. No caso da bursite, está localizada nas bolsas que revestem os tecidos.
  • A bursite pode aparecer repentinamente, na maioria das vezes após um esforço excessivo. Todos os tipos de artrite se manifestam progressivamente (exceto a artrite séptica).
  • O processo de diagnóstico da artrite é mais complexo. Requer vários exames laboratoriais e de imagem, além do descarte de muitas explicações para os sintomas. Algumas variantes levam vários meses para serem diagnosticadas.

Estas são as principais diferenças entre a artrite e a bursite. Em geral, podemos dizer que a localização e a evolução de ambas são diferentes, o que permite ao especialista distinguir as doenças através das suas características próprias.

Semelhanças entre artrite e bursite

As diferenças entre a artrite e a bursite são variadas.
Apesar das diferenças, o fato de algumas manifestações clínicas serem comuns faz com que a maioria das pessoas confunda as duas condições.

Apesar das diferenças, existem algumas semelhanças que podem confundir as pessoas. Entre as principais destacamos as seguintes:

  • Ambas são caracterizadas por um processo inflamatório.
  • A inflamação pode ser acompanhada por dor, rigidez e sensibilidade à pressão ou toque.
  • Os episódios podem se desenvolver nas costas, joelhos, quadris e pulsos.
  • A área afetada pode ficar ligeiramente vermelha.

Esses sintomas podem fazer com que os pacientes com bursite suspeitem de alguma variante da artrite e vice-versa. Como o diagnóstico não pode ser feito em casa, é necessário buscar atendimento médico para descartar as outras possibilidades.

Quando procurar assistência médica?

Buscar um especialista é um passo muito importante para prevenir complicações futuras. Lembre-se que o tratamento é diferente para cada caso e a evolução da artrite, na ausência de terapia, está relacionada a piores prognósticos. Por isso você deve procurar atendimento médico se começar a notar desconfortos nas articulações ou em outras áreas do corpo.

Agir nos estágios iniciais permite controlar a evolução do quadro e minimizar o impacto dos sintomas. Também é útil descartar outras explicações para os sintomas, já que uma dúzia de doenças podem se esconder por trás deles. É até possível que a bursite e a artrite tenham sido causadas por outra condição, como a doença inflamatória intestinal (DII).

Não hesite em buscar ajuda médica se os sintomas persistirem por vários dias. Ambas condições são tratáveis atualmente, e podem ser incluídas várias modificações no dia a dia para reduzir a frequência com que os sintomas são desenvolvidos.

Pode interessar a você...
Artrite idiopática juvenil: tudo o que você precisa saber
Muy SaludLeia em Muy Salud
Artrite idiopática juvenil: tudo o que você precisa saber

A artrite idiopática juvenil é uma manifestação reumática que afeta crianças e jovens. Saiba como ela se desenvolve e o que se sabe sobre ela.



  • Arden N, Nevitt MC. Osteoarthritis: epidemiology. Best Pract Res Clin Rheumatol. 2006 Feb;20(1):3-25.
  • Chen CH, Huang PJ, Chen TB, Cheng YM, Lin SY, Chiang HC, Huang CY, Huang CK. Surgical treatment for Haglund’s deformity. Kaohsiung J Med Sci. 2001 Aug;17(8):419-22.
  • Raman D, Haslock I. Trochanteric bursitis–a frequent cause of ‘hip’ pain in rheumatoid arthritis. Ann Rheum Dis. 1982 Dec;41(6):602-3.