Osteoporose e menopausa: o que você precisa saber

Pode-se dizer que a relação entre osteoporose e menopausa tem origem hormonal. Na verdade, essas condições estão fortemente vinculadas. Te contaremos mais sobre isso a seguir.
Osteoporose e menopausa: o que você precisa saber

Escrito por Maite Córdova Vena, 18 Junho, 2021

Última atualização: 18 Junho, 2021

Devido às alterações hormonais, a perda óssea é comum durante (e mesmo após) a menopausa. Por isso, existem mulheres que têm osteoporose quando passam pela menopausa. O que há para saber sobre isso? Nós vamos te contar a seguir.

O que é osteoporose?

A osteoporose e a menopausa estão conectadas.
A osteoporose geralmente se manifesta através de dor óssea e fraturas. Podem ser necessárias intervenções cirúrgicas.

A osteoporose é uma doença que envolve a perda progressiva de massa óssea. Isso significa que provoca o progressivo enfraquecimento e deterioração dos ossos, tornando-os mais sujeitos a fraturas. Isso também pode ocorrer devido a um trauma menor ou menor.

Conforme indicado no Manual MSD, o envelhecimento e a falta de estrogênios são fatores que influenciam em seu aparecimento. Porém, a baixa ingestão de fontes de cálcio e vitamina D, assim como várias patologias, são outros fatores que devem ser levados em consideração.

O que é a menopausa?

A menopausa pode ser definida como o ‘cessamento da menstruação e, por extensão, o fim do estágio fértil da mulher’. Ela faz parte do processo natural de envelhecimento e geralmente ocorre, em média, por volta dos 51 anos de idade. No entanto, especialistas apontam que o intervalo é entre 45-55 anos.

Uma das mudanças mais proeminentes na menopausa tem a ver com os níveis de estrogênio. Conforme a menopausa progride, eles diminuem. Isso produz várias mudanças no corpo, tanto físicas quanto psicológicas.

Ondas de calor, altos e baixos emocionais e dificuldades em ter um sono reparador são alguns dos sintomas mais discutidos em consultas, embora vários outros possam ser causados. A intensidade varia de mulher para mulher, pois cada uma é diferente.

O que são estrogênios? Essa é a ligação entre a osteoporose e a menopausa?

Estrogênios são hormônios sexuais presentes em homens e mulheres. No caso delas, embora eles tenham certamente um papel fundamental no desenvolvimento das características sexuais femininas, também auxiliam na regulação de vários órgãos e sistemas do corpo. Portanto, esses hormônios são importantes mesmo após a puberdade.

Eles facilitam o fluxo sanguíneo e o suprimento de glicose, por exemplo, mas também influenciam na distribuição da gordura corporal e desempenham um papel fundamental no metabolismo ósseo. Isso inclui a manutenção da mineralização óssea. Portanto, com a diminuição desses hormônios durante a menopausa, os ossos enfraquecem.

Conforme declarado na publicação do Manual MSD acima mencionada, ” A deficiência de estrogênio aumenta a destruição óssea e resulta em uma rápida perda óssea.” Isso explica a relação entre osteoporose e menopausa.

A progesterona também desempenha um papel fundamental na manutenção da massa óssea ao longo da vida. Portanto, quando ela diminui, o risco de sofrer de osteoporose também pode aumentar.

Fatores de risco

A osteoporose e a menopausa estão ligadas ao tabagismo.
Alguns hábitos de vida ruins, como fumar, aumentam as chances de problemas com o metabolismo ósseo.

É importante ter em mente que existe um risco maior de sofrer de osteoporose nos seguintes casos:

  • Baixo peso e baixa densidade óssea: mulheres mais magras e menores têm massa óssea menor, o que pode gerar risco de osteoporose.
  • Ser branca / asiática: de acordo com evidências científicas, as mulheres brancas e asiáticas têm maior probabilidade de sofrer de osteoporose na menopausa.
  • Dieta pobre em cálcio e vitamina D: uma dieta pobre sempre pode afetar a saúde. Caso a dieta seja pobre nesses nutrientes, o risco de osteoporose aumenta.
  • Álcool e tabaco: ambas toxinas, do álcool e do tabaco, podem reduzir significativamente a massa óssea e, assim, aumentar o risco de osteoporose na menopausa.

Para reduzir os fatores de risco e prevenir a osteoporose na menopausa, são necessárias mudanças no estilo de vida. Uma dieta adequada -que pode ou não incluir suplementos de cálcio e vitamina D, conforme o caso-, em combinação com uma boa rotina de exercícios e outros hábitos de vida saudáveis podem ser extremamente úteis nesse sentido.

Ao mesmo tempo, será fundamental parar de fumar e reduzir ao mínimo o consumo de álcool (embora o ideal seja evitá-lo por completo), além de colocar em prática as recomendações do médico e cumprir os controles periódicos que forem prescritos.

Pode interessar a você...
Como a hipertensão afeta as mulheres
Muy Salud
Leia em Muy Salud
Como a hipertensão afeta as mulheres

A hipertensão em mulheres pode se desenvolver durante ou após a menopausa, ou por meio do uso de anticoncepcionais.