Mascne: o que é e como tratar?

Mascne é o termo usado para descrever as erupções cutâneas e problemas de pele causados pelo uso da máscara. Vamos mostrar detalhadamente o que causa esse problema, bem como as formas de preveni-lo e tratá-lo.
Mascne: o que é e como tratar?

Escrito por Daniela Andarcia

Última atualização: 14 Abril, 2021

Com a chegada da COVID-19, um dos métodos mundiais para evitar a sua disseminação é o uso de máscaras. Por este motivo, a sua exigência em locais públicos, tais como parques, restaurantes ou shopping centers, fazem delas um acessório que não pode faltar no nosso dia a dia. Porém, o que significa a palavra mascne?

Algumas pessoas têm manifestado o aparecimento de acne por causa do uso da máscara. Isso está acontecendo com você? Então você não está sozinho. Essas erupções cutâneas e outros problemas de pele causados pelo uso da máscara são chamados de mascne.

Porém, livrar-se da máscara pode não ser uma opção viável. Se isso está te afetando, descubra o que é este problema e como tratá-lo e preveni-lo.

O que significa mascne?

Mascne é o termo dado a várias condições de pele que são causadas ou agravadas, caso você já tenha esses problemas, pelo uso de uma máscara de proteção facial. Entre essas condições estão:

  • Rosácea: aumenta a probabilidade de aparecimento de espinhas, erupções cutâneas e vermelhidão.
  • Acne: pode aumentar o surgimento de espinhas ou cravos, devido à obstrução dos poros causada pela presença de oleosidade, pele morta ou impurezas.
  • Foliculite: sensação de dor ou coceira devido à infecção dos folículos pilosos, com uma aparência semelhante às erupções da acne.
  • Dermatite de contato: é causada por uma alergia ao material da máscara, que pode ter como resultado irritação, erupção avermelhada na pele e bolhas.

O que causa este problema?

As causas dos sintomas decorrentes do uso da máscara podem variar, uma vez que várias condições de pele estão envolvidas. Acredita-se que a obstrução dos poros seja a razão mais comum para o surgimento da mascne.

Ao usar uma máscara, a oleosidade, as bactérias ou a pele morta geralmente se acumulam mais e, portanto, acabam obstruindo os poros. Além disso, a transpiração e a respiração geram umidade, o que aumenta o risco do aparecimento de espinhas.

Dependendo do material com o qual a máscara foi confeccionada, pode haver irritação na pele por causa do atrito. Na maioria dos casos, isso ocorre porque a pessoa é sensível ou alérgica ao material.

Em outros, a causa pode ser o sabão perfumado usado para lavar a máscara que, por sua vez, causa irritação na pele depois de um tempo considerável de uso.

O mascne surge como consequência do uso prolongado de máscaras.
As lesões que podem surgir como resultado do uso prolongado da máscara são variadas e, às vezes, difíceis de tratar.

Como tratar a mascne?

Dispensar o uso de proteção facial não é uma opção. Após a chegada da COVID-19, manter a boca e o nariz cobertos é, até o momento, a melhor forma de se proteger desta doença infecciosa. E embora sofrer de problemas de pele causados pela máscara possa ser preocupante, há várias maneiras de tratar os sintomas da mascne.

1. Lave o rosto regularmente

A American Academy of Dermatology Association recomenda que, apesar da pandemia, você não interrompa a sua rotina de cuidados com a pele para manter uma derme impecável.

Para isso, lave o rosto com água morna, um sabonete especial para o seu tipo de pele e seque com uma toalha limpa. Além disso, evite esfregar de forma brusca, pois isso pode causar irritação.

Da mesma forma, é recomendável lavar o rosto uma vez pela manhã, uma vez à noite ou antes de dormir e depois de usar máscara ou suar.

O uso constante de máscara não deve interferir na rotina de skincare.

2. Use um limpador facial suave para tratar a mascne

Seja qual for o seu tipo de pele, não use limpadores que contenham fragrâncias ou álcool. Há evidências científicas de que isso pode dificultar a cicatrização das lesões causadas pela máscara e agravar a irritação. Para remover a oleosidade, as bactérias ou o suor, use um limpador facial suave.

Você pode usar limpadores medicinais que contenham ácido salicílico ou peróxido de benzoíla para higienizar as suas máscaras. Porém, lembre-se que cada tipo de pele requer cuidados e produtos especiais. Por isso, consulte o seu dermatologista para que ele indique o limpador medicinal que mais se adapte a você.

3. Use um hidratante não comedogênico

Os produtos não comedogênicos são aqueles que evitam a obstrução dos poros. Portanto, depois de lavar o rosto, aplique um hidratante não comedogênico no rosto para manter a pele hidratada. Se você não sabe qual marca de hidratante usar, verifique com o seu dermatologista. Ele vai prescrever o que melhor se adapta a você.

4. Use um creme de cortisona e um hidratante com ceramidas

Se a máscara causar vermelhidão, coceira e queimação, é possível ajudar a melhorar ou aliviar a sensação aplicando um creme suave de cortisona e um hidratante com ceramidas na área afetada. No entanto, este é um medicamento que não pode ser aplicado durante vários dias sem a supervisão de um médico. Por isso, consulte um dermatologista para obter mais informações.

5. Evite a maquiagem

Até que a mascne tenha sido totalmente tratada, tente não aplicar maquiagem. Blush, base e corretivo são alguns dos produtos de beleza que geralmente obstruem os poros e retardam a cicatrização. Portanto, fazer uma pausa enquanto a mascne é eliminada pode ajudar a ter uma recuperação mais rápida.

Como prevenir a mascne?

Talvez você consiga tratar o problema de pele de forma eficaz; no entanto, você precisará continuar a usar a máscara para se proteger e, portanto, estará propenso a sofrer de mascne novamente. De acordo com o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS), essas dicas podem te ajudar a evitar que isso aconteça:

1. Após cada uso, lave a máscara

Caso a sua máscara não seja descartável, mas sim de tecido, certifique-se de lavá-la após o uso. Enxágue com um sabão hipoalergênico sem fragrância, deixe que se seque completamente antes de usá-la.

2. Aplique um creme antibiótico tópico

As bactérias geralmente se acumulam e habitam na máscara, o que causa uma maior propensão à acne. Para evitar que isso aconteça, pode ser útil aplicar uma fina camada de antibióticos antes de usar a máscara. No entanto, uma vez que a administração desses medicamentos é delicada, é importante consultar um dermatologista antes de utilizá-los.

A mascne pode causar lesões menores que podem ser curadas com antibióticos tópicos.
Alguns antibióticos tópicos, como a clindamicina, podem ser eficazes para tratar as lesões.

3. Após o uso, jogue a máscara descartável no lixo

Se você preferir a máscara descartável à máscara de tecido, descarte-a após o uso. Você deve se certificar de ter outra máscara para substituí-la, ou várias máscaras, para quando precisar de uma nova.

4. Remova a máscara a cada 4 horas para evitar a mascne

A cada 4 horas, faça uma pausa de 15 minutos sem a máscara, procurando um local seguro e higienizado para isso. Isso vai ajudar a sua pele a relaxar e se manter saudável, de acordo com a American Academy of Dermatology Association.

Lembre-se de que é preciso estar com as mãos limpas e se certificar de estar em um local seguro, onde possa manter o distanciamento físico de pessoas que não moram com você.

5. Aplique um hidratante

Se a sua pele estiver ressecada, ela se torna mais suscetível a irritações. Ao usar um hidratante não comedogênico, cria-se uma barreira entre a pele do rosto e a máscara, evitando o atrito e, como consequência, a irritação.

6. Escolha a máscara certa

O tipo de material da máscara pode fazer a diferença. Para evitar problemas de pele e ficar protegido, tente usar aquelas que:

  • Ajustam-se ao contorno do seu rosto, mas sem apertar demais.
  • São feitas com tecido macio, de preferência de algodão.
  • Possuem duas ou mais camadas de tecido.

Procure não usar máscaras feitas com materiais sintéticos, tais como náilon ou rayon, pois eles têm maior probabilidade de irritar a pele.

7. Lave o rosto ao chegar em casa

Depois de usar a máscara, é recomendável lavar o rosto com um sabonete neutro e sem fragrância. Desta forma, você poderá eliminar o suor, os resíduos de oleosidade e a pele morta acumulada nesse local. Depois de lavar o rosto, tente aplicar um hidratante para proteger a pele mesmo depois de chegar em casa.

O que devemos lembrar sobre a mascne?

Mascne é o termo usado para se referir aos problemas de pele causados ou agravados pelo uso da máscara, tais como irritação e acne. Também pode afetar as pessoas que sofrem de rosácea ou dermatite, com erupções cutâneas semelhantes a espinhas.

O uso de máscara como medida de prevenção contra a COVID-19 é inevitável e, portanto, é preciso tratar e evitar a mascne lavando o rosto com frequência, hidratando-o e usando a máscara correta. Isso pode ajudar a melhorar os possíveis problemas de pele.

Se você não notar melhoras, consulte o seu dermatologista. Ele é o mais indicado para prescrever um tratamento de acordo com o seu tipo de pele.

Pode interessar a você...
Pele oleosa: características e cuidados
Muy Salud
Leia em Muy Salud
Pele oleosa: características e cuidados

A pele oleosa é determinada por fatores como genética, alterações hormonais e cuidados com a pele. Descubra quais são as características