Como saber se você tem doença celíaca

A doença celíaca é um distúrbio cada vez mais comum entre as pessoas. Todo mundo fala sobre ela, mas na prática poucos sabem como detectá-la. Hoje esclareceremos as dúvidas e mostraremos o protocolo que deve ser seguido para o diagnóstico.
Como saber se você tem doença celíaca

Escrito por Josberth Johan Benitez Colmenares, 04 Julho, 2021

Última atualização: 04 Julho, 2021

As doenças relacionadas ao glúten estão em evidência atualmente. Até algumas décadas atrás, esses distúrbios eram considerados raros, mas hoje sabemos que eles são mais comuns do que pensávamos.

Além disso, os sintomas se manifestam de várias maneiras e podem desenvolver diversas complicações. Hoje ensinaremos como saber se você tem doença celíaca, caso você esteja com essa suspeita.

A doença celíaca e seus desafios

Como saber se você tem doença celíaca: informando-se sobre ela.
Graças às pesquisas científicas realizadas a esse respeito, a doença celíaca é uma doença cada vez mais conhecida.

Embora nossa compreensão dessa doença autoimune tenha melhorado nos últimos anos, ainda temos muito a descobrir sobre ela. Os pesquisadores ressaltam que a variedade de manifestações clínicas, sua distribuição desigual, a forma como a doença se diferencia em crianças, homens e mulheres e os casos assintomáticos não nos permitem entender totalmente o seu comportamento.

Hoje acredita-se que ela afete 1% da população, embora o número de casos aumente ano após ano. Isso se deve, em parte, a uma maior consciência dos sintomas e das formas de detectá-los. Embora essa seja uma boa notícia, o processo de diagnóstico pode ser longo, cheio de obstáculos e múltiplos testes para descartar outras possibilidades.

Isso porque os sintomas da doença celíaca são extremamente vagos e podem ser causados por outras condições. Não é incomum que um paciente com suspeita da doença seja eventualmente diagnosticado com anemia, constipação, alergia alimentar ou outras condições autoimunes, como a doença de Crohn.

No entanto, saber se você tem doença celíaca é um requisito essencial para agir na presença de alguns sintomas. Hoje tentaremos te orientar no protocolo a ser seguido para navegar no mar de incertezas que cerca esse transtorno.

Como saber se você tem a doença celíaca: passos a seguir

Atualmente existem exames sorológicos, de sangue e biópsias que permitem a detecção da doença celíaca com mais de 90% de certeza. No entanto, e por vários motivos, muitas pessoas não sabem como iniciar esse processo. Isso pode ser devido à ignorância, preconceitos, falta de tempo e até crenças erradas sobre a doença.

Para evitar estar em alguns dos casos acima, mostraremos um roteiro que você pode seguir para descobrir se tem doença celíaca. Para isso, partimos das recomendações da Celiac UK. As etapas para diagnosticar a doença são as seguintes:

1. Compreenda os sintomas e suas manifestações

Sim, o primeiro passo para saber se você tem doença celíaca é entender as manifestações clínicas da doença. Embora muitos a associem a sintomas gastrointestinais, seus sinais podem ser vistos em muitas outras partes do corpo.

Os sinais clássicos são diarreia, constipação, flatulência, dor abdominal, distensão abdominal, náuseas e vômitos. Estes sintomas podem ser acompanhadas de dor de cabeça, fadiga, perda de peso, depressão, dores nos ossos ou nas articulações, irritabilidade, anemia e baixa estatura, como nos lembra a Celiac Disease Foundation.

Além disso, lembre-se de que esses sinais se manifestam após a ingestão de alimentos com glúten. Pão, pizza, massa, biscoitos e muitos outros podem desencadear todos os sintomas acima. Em geral, eles aparecem algumas horas após a ingestão.

2. Revise seus hábitos e contextualize os fatores de risco

Você já aprendeu os sinais que caracterizam a doença. A segunda etapa para descobrir se você tem doença celíaca é revisar seus hábitos alimentares e determinar o número de sintomas que você experimenta depois de comer glúten. Calce as botas de um detetive e, dia a dia, avalie como o seu corpo reage ao contato com a proteína.

Tente alternar as semanas em que evita completamente este ingrediente, verificando a persistência dos sintomas. Se puder, mantenha um registro do que você come e das complicações que cada alimento provoca.

Por sua vez, descubra se você faz parte dos grupos de risco. Se você já tem uma doença autoimune – psoríase, diabetes, artrite reumatoide, lúpus e assim por diante – é mais provável que você desenvolva a doença.

Mulheres, pessoas com síndrome de Down, pessoas com ascendência europeia e ou com histórico familiar da doença ou de distúrbios gastrointestinais também são mais propensas a desenvolver esse problema.

3. Faça um exame de sangue

Como saber se você tem a doença celíaca: fazendo exames de sangue.
Embora possam ser feitos em muitos laboratórios, os exames de sangue para diagnosticar a doença celíaca geralmente exigem recomendação médica.

Se você já realizou as etapas anteriores, o próximo passo será fazer um exame de sangue. Você pode fazê-lo diretamente no laboratório de um posto de saúde, mas se não tiver tempo também pode optar por um exame em casa. Na verdade, algumas pesquisas sugerem que este é um método seguro, prático e rápido de detectar a doença.

Você também pode comprar kits de farmácia por um preço baixo, pois a segurança deles ultrapassa a detecção de 90%. Ao fazer isso, certifique-se de não suspender o glúten da sua dieta. Além disso, lembre-se de que essa é a primeira etapa do diagnóstico. Como qualquer teste caseiro, está sujeito a falsos negativos ou positivos.

Em qualquer caso, você pode usá-los como um método para tirar as suas dúvidas. Se o resultado for negativo, mas você ainda suspeitar que tem o distúrbio, recomendamos que você a continue para a próxima etapa. Se for positivo também.

4. Visite um especialista

Finalmente, a trilha de migalhas de pão te leva a um especialista. A mediação de um profissional é muito importante, tanto para interpretar todas as etapas anteriores quanto para descartar outras condições relacionadas. Resumindo, o especialista realizará exames padrão em um ambiente controlado para determinar se você é celíaco ou não.

Embora o procedimento padrão seja fazer uma biópsia do intestino delgado, como mostram os estudos, as evidências atuais sugerem que ela pode ser substituída por um exame sorológico.

Ao identificar os genes responsáveis pela doença (presentes em mais de 95% dos celíacos), associando os sintomas, considerando o teste caseiro e a experiência do paciente, o especialista pode dar um diagnóstico confiável.

No entanto, se as dúvidas persistirem, ele as esclarecerá com a ajuda de uma endoscopia e biópsia. O fato é que o especialista tem a palavra final, embora os passos iniciais sejam de grande ajuda para saber se você tem doença celíaca. Mais uma vez, lembramos que você não deve suspender o consumo de glúten para não alterar os resultados.

Obviamente, as informações mencionadas acima estão sujeitas a várias nuances. Infelizmente, muitas vezes a doença não causa sintomas, o que pode te impedir de ir além da primeira etapa. Fatores de risco, da mesma forma, não são observados em alguns pacientes, então o processo para detectá-los é mais complicado.

Apesar disso, exames laboratoriais profissionais podem detectar o distúrbio com a mesma eficácia. Recomendamos que você procure um especialista para descartar ou diagnosticar a doença com 100% de eficiência.

Pode interessar a você...
O que é a doença celíaca refratária?
Muy Salud
Leia em Muy Salud
O que é a doença celíaca refratária?

A doença celíaca refratária é uma condição rara caracterizada pela persistência dos sintomas mesmo após a mudança para uma dieta sem glúten.



  • Alkalay MJ. Update on celiac disease. Curr Opin Pediatr. 2020 Oct;32(5):654-660.
  • Cichewicz AB, Mearns ES, Taylor A, Boulanger T, Gerber M, Leffler DA, Drahos J, Sanders DS, Thomas Craig KJ, Lebwohl B. Diagnosis and Treatment Patterns in Celiac Disease. Dig Dis Sci. 2019 Aug;64(8):2095-2106.
  • Kowalski K, Mulak A, Jasińska M, Paradowski L. Diagnostic challenges in celiac disease. Adv Clin Exp Med. 2017 Jul;26(4):729-737.
  • Rashid M, Butzner JD, Warren R, Molloy M, Case S, Zarkadas M, Burrows V, Switzer C. Home blood testing for celiac disease: recommendations for management. Can Fam Physician. 2009 Feb;55(2):151-3. Erratum in: Can Fam Physician. 2009 Apr;55(4):352.