Tratamentos para a menopausa

Dependendo do estado de saúde da mulher e das necessidades de seu organismo, o tratamento para a menopausa pode ou não incluir medicamentos.
Tratamentos para a menopausa

Escrito por Maite Córdova Vena, 26 Junho, 2021

Última atualização: 27 Junho, 2021

Embora em geral se dê preferência à manutenção de bons hábitos de vida para promover saúde e bem-estar, há momentos em que o tratamento da menopausa é necessário. Ele não é voltado apenas para controlar as ondas de calor, mas também para prevenir diversos problemas de saúde, manter o corpo em boas condições e muito mais.

Como cada mulher é diferente, o tratamento deve ser adequado às necessidades individuais e aos altos e baixos a que ela se refere na consulta. No entanto, em termos gerais, ele pode incluir medicamentos vendidos sem receita e algumas prescrições, se necessário, em combinação com outras medidas.

Medicamentos vendidos sem receita

O cuidado da menopausa inclui o tratamento da osteoporose.
Como a menopausa se caracteriza pelo enfraquecimento dos ossos, o consumo de suplementos de cálcio e mudanças na dieta são opções terapêuticas necessárias.

Para reduzir o risco de osteoporose e osteomalácia, o médico pode autorizar o consumo de suplementos de vitamina D e cálcio, mas sempre como parte de uma alimentação balanceada, de acordo com as necessidades do organismo. Esta é uma medida muito comum, de acordo com o Instituto de la Menopausia.

A vitamina D e o cálcio ajudam a manter a massa óssea, mas também o funcionamento adequado de vários órgãos e sistemas do corpo, incluindo músculos e nervos.

De acordo com um estudo intitulado Calcio y vitamina D en la paciente climatérica, é importante ter em mente que os suplementos – por si só – não são suficientes para prevenir ou tratar problemas de saúde como a osteoporose.

Além disso, os autores do estudo lembram que nem todas as mulheres podem se beneficiar de suplementos no tratamento da menopausa por vários motivos. Portanto, antes de começar a tomá-los, o ideal é sempre consultar o seu médico.

Por outro lado, existem outros produtos vendidos sem receita que podem ajudar a lidar com outros desconfortos comuns durante a menopausa, como secura e dor vaginal. Hidratantes e lubrificantes vaginais (aplicados a cada 1 a 3 dias) são alguns dos mais comuns.

Medicamentos vendidos sem receita para dores de cabeça e outras doenças comuns também podem ser usados na menopausa.

Prescrições

Alguns sintomas podem ser difíceis de lidar. Esta é uma das razões pelas quais o médico pode considerar a prescrição de alguns medicamentos.

Sobre isso, o Manual MSD explica que existem alguns antidepressivos que podem contribuir para o alívio da depressão, ansiedade, irritabilidade e ondas de calor. No entanto, nenhum é tão eficaz quanto a terapia hormonal.

  • Alguns dos antidepressivos que podem ser incluídos no tratamento da menopausa são paroxetina, desvenlafaxina, fluoxetina, sertralina ou venlafaxina.
  • Para tratar a insônia, um comprimido para dormir pode ser considerado.

Terapia hormonal

A terapia hormonal pode ser útil no alívio dos sintomas (de intensidade leve a moderada), como ondas de calor, suores noturnos e secura vaginal. Ela não é sistematicamente indicada para todas as mulheres com menopausa, mas seu uso é cuidadosamente avaliado na consulta médica.

Dependendo do estado de saúde da mulher e de como se equilibram os riscos e os benefícios potenciais, o uso é ou não aprovado.

Embora essa terapia possa trazer benefícios, ela não deixa de aumentar o risco de problemas de saúde mais sérios em alguns casos. Por exemplo, pode ser contraindicada no caso de câncer de mama, câncer de endométrio e acidente vascular cerebral.

A terapia hormonal pode incluir estrogênios, progesterona ou ambos. Existe uma grande variedade de formulações e concentrações.

Tratamento não hormonal

O tratamento da menopausa pode incluir antidepressivos.
Existem muitos medicamentos que podem ser consumidos durante a menopausa, dependendo das comorbidades que a mulher apresenta.

Se a mulher não puder ou não quiser fazer terapia hormonal, o médico pode sugerir algumas opções de tratamento não hormonal. Isso pode incluir medicamentos antidepressivos (para aliviar as ondas de calor), moduladores seletivos de estrogênio e clonidina (também para aliviar as ondas de calor e melhorar a qualidade do sono).

O tratamento com dehidroepiandrosterona parece promissor em termos de alívio de alguns sintomas da menopausa, porém ainda faltam evidências para confirmar seus benefícios. Por enquanto, os especialistas consideram que ela pode ser útil para promover o bem-estar, mas sempre como parte de uma estratégia terapêutica adequada.

Se você está prestes a entrar na menopausa ou já está passando por ela e deseja se manter saudável, não hesite em consultar o seu médico. Uma boa estratégia desde o primeiro momento pode contribuir muito para o seu bem-estar.

Pode interessar a você...
O que é menopausa prematura ou precoce?
Muy Salud
Leia em Muy Salud
O que é menopausa prematura ou precoce?

As mulheres entram na menopausa entre os 45-50 anos de idade, mas há mulheres que podem experimentar isso antes. Isso é chamado de menopausa premat...