Por que ocorre a caspa e como evitá-la?

6 abril, 2021
This article has been written and endorsed by el médico Diego Pereira
As avaliações médicas especializadas devem ser reservadas para casos graves ou refratários ao tratamento.

A caspa é uma dermatose comum, caracterizada pela descamação constante do couro cabeludo acompanhada de coceira de intensidade moderada.

O tratamento é simples, embora em alguns casos possa ser aconselhável consultar um especialista.

A seguir, você vai encontrar um breve artigo sobre as principais características dessa condição. Continue lendo!

O que é a caspa?

As células que se desprendem da epiderme formam a caspa.
A eliminação de células mortas na camada mais superficial da pele causa a caspa.

Trata-se de uma condição benigna do couro cabeludo, caracterizada pela descamação acelerada de sua parte mais superficial. Isso tem como resultado o aparecimento de pequenas e frágeis lâminas esbranquiçadas de tecido, cujo acúmulo geralmente causa coceira.

Além da presença desse material, a manifestação clínica mais importante é a coceira. Embora seja uma condição que não afeta a saúde orgânica, ela pode levar a problemas estéticos. Conforme você verá mais adiante, a caspa pode ser tratada com medidas básicas na maioria dos casos.

A caspa também é considerada uma forma leve de dermatite seborreica, uma condição que é acompanhada por vermelhidão da pele afetada e uma produção excessiva de sebo. De fato, acredita-se que ambas as condições ocorram como consequência da infecção pelo fungo Malassezia furfur.

Fatores de risco

Uma vez que a sua origem é multicausal, existem diversas condições que podem aumentar a probabilidade de ter caspa. Algumas delas são as seguintes:

  • Histórico pessoal de doenças dermatológicas: Pacientes com psoríase, múltiplas micoses superficiais, eczema, pediculose ou qualquer forma de dermatite geralmente desenvolver caspa com mais frequência.
  • Idade: Embora possa aparecer quase em qualquer época da vida, é mais comum no início da idade adulta.
  • Sexo masculino: Os homens geralmente têm mais caspa do que as mulheres, fato que pode estar relacionado à maior quantidade de testosterona nesse grupo de pacientes.
  • Fatores ambientais diversos: Embora ainda não se saiba muito bem como a caspa surge nessas circunstâncias, sabe-se que o estresse, o excesso de produtos para os cabelos e a luz ultravioleta podem influenciar no seu aparecimento.

Como ocorre?

Conforme discutimos anteriormente, há vários motivos pelos quais a caspa pode aparecer em algumas pessoas. Vamos resumir os mais importantes a seguir, embora na maioria dos casos geralmente exista uma combinação de todos esses fatores.

Produtos industrializados para o cabelo

Ao contrário da crença popular, a caspa não aparece exclusivamente em pessoas que não mantêm uma higiene adequada dos cabelos. Na verdade, o excesso de produtos químicos pode favorecer o aparecimento dessa condição. Alguns exemplos são os seguintes:

  • Fixadores.
  • Alguns tipos de xampus e condicionadores.
  • Tinturas.

Certamente, nem todos têm um efeito negativo no couro cabeludo. De fato, conforme você verá um pouco mais adiante, existem alguns shampoos especiais para reduzir o aparecimento da caspa.

Aumento da atividade na epiderme

A epiderme é a camada mais superficial da pele e está localizada logo acima da derme. Dependendo da área, é formada por 4 a 5 camadas de células chamadas queratinócitos, já que apresentam a capacidade de produzir queratina.

Esse tecido se caracteriza por ter um metabolismo acelerado e, por essa razão, as células se originam de forma constante na base da epiderme. Conforme vão crescendo, empurram as mais superficiais, até que se tornem parte da camada córnea.

Esta última é formada por células mortas com queratina abundante, que se desprende aos poucos para permitir a passagem de novas células.

Embora esse processo possa demorar semanas, algumas condições podem causar um aumento na atividade das células epidérmicas, com a consequente descamação das camadas que formarão a caspa.

Alterações hormonais

Uma vez que os casos de dermatite seborreica e caspa são mais comuns em homens, é possível que os hormônios sexuais masculinos tenham um papel fundamental na sua fisiopatologia.

Este estudo de revisão científica destaca essa relação apesar do fato de que, até agora, ainda não foi determinado com exatidão como a testosterona atua neste processo.

Influência de alguns microrganismos

A infecção por fungos pode causar caspa.
A proliferação de alguns fungos como o M. furfur pode favorecer o aparecimento da caspa.

A infecção pelo fungo Malassezia furfur tem uma relação muito importante com o aparecimento da caspa. Ele é naturalmente encontrado na pele da maioria das pessoas e pode existir em duas formas diferentes: como levedura ou como hifa. Por esse motivo, é considerado um microrganismo dimórfico, já que apresenta duas formas ou morfologias.

Quando encontrado como levedura, não produz sintomas relevantes, pois é parte natural dos microrganismos que vivem na pele. No entanto, diante de algumas circunstâncias (como as mencionadas nas seções anteriores), pode ser favorecida a mudança para a forma de hifa.

Esse fungo utiliza a gordura do corpo humano para o seu metabolismo, liberando resíduos que são capazes de estimular o crescimento da epiderme. Como resultado, surgem os sintomas da caspa.

Por outro lado, este também é o microrganismo causador da pitiríase versicolor, embora essa micose possa aparecer em qualquer outra parte da superfície da pele.

Como é o tratamento?

O pilar fundamental do tratamento da caspa inclui o uso de xampus com compostos especiais. Estes, de acordo com a Clínica Mayo, podem ser agrupados nos seguintes grupos:

  • Antifúngicos: são usados para reduzir a quantidade de fungos patogênicos no couro cabeludo. Sulfeto de selênio e cetoconazol são alguns exemplos.
  • Substâncias que diminuem a produção de escamas ou a renovação da epiderme: piritionato de zinco e alcatrão de hulha podem ser eficazes.

Alguns aspectos básicos, tais como manter uma alimentação balanceada e evitar a exposição constante ao sol e a fatores estressantes podem ser úteis para evitar o aparecimento dessa condição.

Quando procurar um médico?

Os casos leves de caspa podem ser tratados com xampus especiais de venda livre em farmácias. Em casos moderados ou graves, que comprometam consideravelmente a qualidade de vida, é aconselhável procurar um dermatologista de confiança.

Recomenda-se também procurar um especialista caso haja uma reação alérgica a algum dos medicamentos mencionados.

Considerações finais

A caspa, apesar de ser uma condição benigna, pode representar um problema de saúde do ponto de vista estético. Geralmente melhora com o uso de medicamentos de venda livre, por isso só é necessário procurar um médico caso não seja observada uma melhora clínica ou diante de casos graves.

  • Borda L. Seborrheic Dermatitis and Dandruff: A Comprehensive Review. Journal of Clinical and Investigative Dermatology 2015;3(2):1-10.
  • Carreras M. Anatomía, fisiología y bioquímicas de la piel. Implicaciones cosméticas. Máster en Dermofarmacia y Cosmetología (módulo I). Universidad de Barcelona 1999;54.
  • Elewski BE. Clinical diagnosis of common scalp disorders. J Investig Dermatol Symp Proc. 2005;10:190–3.
  • Leranoz S. La caspa. Causas y tratamiento. OFFARM 2002;21(2):71-76.
  • Ranganathan S, et al. Dandruff: The Most Commercially Exploited Skin Disease. Indian J Dermatol 2010;55(2):130-134.
  • Sánchez A, et al. Pitiriasis versicolor y Malassezia spp: una revisión. Dermatología CMQ 2014;12(1):52-57.