12 segredos para cuidar da pele no frio

Para proteger a pele durante o inverno, você deve evitar mudanças bruscas de temperatura, beber água com frequência e usar um umidificador. Vamos mostrar outras dicas para cuidar da sua pele durante esta estação.
12 segredos para cuidar da pele no frio

Escrito por Daniela Andarcia, 24 Abril, 2021

Última atualização: 24 Abril, 2021

Com o inverno, além dos flocos de neve, lindos casacos e bebidas quentes e reconfortantes, também chegam os surtos de eczema. As baixas temperaturas e os ventos secos e congelantes são os gatilhos para que a pele fique rígida, quebradiça, escamosa e irritada; portanto, proteger a pele do frio é essencial.

O eczema pode ser doloroso, com as áreas do rosto e das mãos sendo as mais afetadas; por essa razão, elas requerem cuidados especiais. Luvas, umidificadores, hidratantes e outras medidas são pequenas ferramentas que vão ajudar a manter a saúde da sua pele durante o inverno. Descubra 12 segredos para cuidar da pele no frio.

12 segredos para cuidar da pele no frio

Incorporar algumas práticas adaptadas ao solstício de inverno na sua rotina de beleza permitirá que você mantenha a sua pele hidratada e elástica. A prevenção, neste caso, é vital para manter o vigor do maior órgão do corpo. Vamos explicar como isso pode ser feito.

1. Evite mudanças bruscas de temperatura

As mudanças bruscas de temperatura a que estamos sujeitos durante o inverno, como, por exemplo, quando saímos de um local seco e quente para um local frio e úmido, têm um impacto negativo sobre a pele na forma de ressecamento e rachaduras.

Portanto, o uso de luvas, casacos, gorros e cachecóis é fundamental para evitar os surtos de eczema ou pelo menos reduzi-los. Isso contribui para que a temperatura corporal não caia significativamente quando exposta, e que a transição de um ambiente para outro não seja tão traumática para a pele.

Além disso, por mais tentador que possa parecer, não lave as mãos com água morna se achar que elas estão frias; tome este cuidado mesmo se estiver usando luvas. Apenas espere que as suas mãos se aqueçam um pouco para depois higienizá-las.

2. Beba água com frequência

A hidratação por meio da água natural é uma recomendação constante em todas as rotinas de cuidados com a pele. Da mesma forma, este acaba sendo um dos segredos para cuidar da pele no frio.

Esse hábito geralmente é esquecido durante esta estação do ano, mas é imprescindível que você saiba que a baixa umidade do clima, além de irritar os olhos, também retira a umidade natural da pele. Para amenizar esta situação, lembre-se de sempre carregar uma garrafa de água reutilizável e não se prive de desfrutar de chás, infusões e outras bebidas típicas do inverno.

Uma dica para cuidar da pele no frio é a hidratação constante, principalmente durante a prática de exercícios.
A hidratação é essencial para o bom funcionamento de todos os tecidos, incluindo a pele.

3. Use produtos de limpeza suaves e sem fragrâncias

Uma vez que a pele fica vulnerável por causa do clima frio, os produtos de limpeza habituais, tais como sabonetes, detergentes e alvejantes, podem irritá-la ainda mais. As substâncias químicas que os compõem geralmente são abrasivas para as peles sensíveis e, por isso, é recomendável substituí-los por produtos naturais ou mais suaves.

4. Tenha cuidado ao limpar o rosto

Uma vez que o rosto é uma das áreas mais expostas ao clima do inverno, ele pode ficar mais sensível do que o normal. Sendo assim, tente lavar o rosto com um gel de limpeza hipoalergênico durante esta estação.

Esses produtos geralmente são suaves e sem fragrância, então você não correrá o risco de que o seu sabonete habitual remova as substâncias naturais que protegem e hidratam a sua pele.

5. Obtenha um pouco de vitamina D para cuidar da pele no frio

A pele precisa de vitamina D para se manter saudável e esse nutriente é produzido pelo corpo quando ele é exposto à luz solar. Embora seja verdade que o sol não aparece com muita frequência durante o inverno, não é menos verdade que você deve usar o protetor solar para evitar as queimaduras solares que, além de tudo, também pioram o eczema.

Caso não consiga tomar sol, experimente consumir suplementos de vitamina D. De acordo com um estudo publicado na revista Nutrition, eles são capazes de aliviar os sintomas de dermatite e eczema.

6. Evite tomar banhos com água morna em excesso

Por causa das mudanças bruscas de temperatura, o inverno pode fazer com que a pele fique mais desidratada e se descame mais do que durante o verão. Pelo mesmo motivo, e por mais tentador que possa parecer, não tome longos banhos quentes enquanto a neve estiver caindo do lado de fora.

Além de desidratar, a água quente tende a eliminar os lipídios naturais que protegem o corpo, necessários para reter a umidade da pele. Lembre-se de que, ao terminar de tomar um banho de água quente, a sua pele vai esfriar rapidamente e, durante o inverno, isso também é considerado uma mudança brusca de temperatura.

7. Use um umidificador para cuidar da pele no frio

O umidificador é uma ferramenta útil para aumentar a umidade do ar e, de acordo com a Clínica Mayo, isso é benéfico para a pele e as mucosas. Dessa forma, você estará reduzindo o risco de que, por causa do ar seco do inverno, venham a surgir rachaduras na pele que possam servir como porta de entrada para o aparecimento de infecções no seu corpo.

8. Mantenha a sua pele seca

Tenha um cuidado especial quando estiver exposto ao ar livre, pois roupas e sapatos geralmente se molham com a neve. Esse tipo de ambiente, úmido e frio, é ideal para incubar micoses na pele e, no caso do eczema, o contato prolongado com o tecido úmido piora o quadro.

Certifique-se de trocar as roupas molhadas rapidamente, sem deixar de lado luvas, meias, gorros e cachecóis. Tente carregar uma muda de roupa com você, para usá-la se necessário.

A secagem frequente é uma excelente dica para cuidar da pele no frio.
A incidência de micoses superficiais aumenta se houver umidade nos pés.

9. Vista-se em camadas

Parte dos cuidados com a pele durante o inverno envolve se vestir de forma adequada. Vestir-se em camadas, além de proteger do vento gelado, é algo muito útil. Desta forma, você estará controlando o frio e a umidade, ao mesmo tempo em que conservará o seu calor corporal.

Recomenda-se o uso de três camadas de roupa. A primeira fica justa no corpo, a segunda um pouco mais solta para conservar o calor corporal e a terceira que serve de barreira contra chuva, vento e neve. Geralmente, esta última é composta por longos casacos de inverno.

Seguir esta recomendação também permitirá que a pele respire livremente quando estiver em locais quentes. A escolha dos materiais é muito importante: opte por tecidos naturais e respiráveis para as duas primeiras camadas da roupa. Lembre-se de que tanto o frio quanto o suor irritam a pele e pioram o eczema.

10. Consuma alimentos que não afetem o eczema para cuidar da pele no frio

Alimentos ricos em ômega-3, tais como abacate, nozes, sardinhas e atum, ajudam a manter a pele hidratada. Entre os seus benefícios estão fortalecer as células da pele, acalmá-la quando há irritação e reduzir possíveis rachaduras.

Além disso, há evidências científicas de que alguns alimentos com tendência a gerar alergias, tais como leite, frutos do mar ou ovos, chegam a agravar o eczema.

11. Hidrate a pele com frequência

Um bálsamo à base de óleo de coco, por exemplo, é algo que você sempre deve carregar com você durante o inverno, pois ele permitirá que você hidrate esta área constantemente. Além disso, use cremes e produtos à base de óleo com propriedades hidratantes.

O rosto, as mãos e os pés devem ser hidratados toda vez que forem lavados, pois essas áreas expostas geralmente são as mais afetadas durante esta estação do ano. Não se esqueça de adaptar a sua rotina e os seus produtos faciais para esta estação.

12. Use protetor solar

Durante o inverno, embora fique nublado na maioria dos dias, você não deve pular este cuidado. Foi comprovado que embora os raios solares sejam mais brandos durante esta estação, eles ainda podem causar danos à pele.

Por esse motivo, considere proteger o pescoço, as mãos, as orelhas, os lábios e a área abaixo do queixo. Também renove o protetor a cada 3 horas, especialmente se você transpirar muito.

O que deve ser lembrado para cuidar da pele no frio?

  • Evite que a sua pele esfrie; para isso agasalhe-se bem ao sair de um local quente em direção à rua. Proteja as suas mãos, pescoço e cabeça com luvas, cachecóis e gorros.
  • A mudança brusca de temperatura contribui para irritar a pele.
  • Tente manter o corpo hidratado bebendo água, hidratando a pele com cremes toda vez que tomar banho ou molhar as mãos e adicionando um umidificador no seu quarto.
  • Proteja-se das intempéries do inverno; para isso, vista-se em camadas, tendo em conta as recomendações fornecidas.
  • Incorpore alimentos ricos em ômega-3 na sua dieta de inverno.
  • Caso você tenha surtos de inflamação, mais conhecidos como eczemas, procure um dermatologista.
  • Modifique alguns hábitos e produtos para cuidar da pele do frio.
Pode interessar a você...
Manchas vermelhas na pele: causas, sintomas e tratamento
Muy SaludLeia em Muy Salud
Manchas vermelhas na pele: causas, sintomas e tratamento

As manchas vermelhas na pele podem ser causadas por diversas patologias. Continue lendo para saber mais sobre esse assunto!