Naproxeno: usos e efeitos colaterais

O naproxeno pode ser útil para aliviar os sintomas gerais de várias patologias. No entanto, o uso indiscriminado do composto pode levar a efeitos colaterais graves.

A dor é um dos principais motivos de consulta em todas as especialidades médicas. Isso levou as empresas farmacêuticas a desenvolverem diversos compostos capazes de reduzir a intensidade desse sintoma. Um dos medicamentos desenvolvidos para essa finalidade é o naproxeno. Descubra sobre os seus usos e efeitos colaterais a seguir!

O naproxeno é um medicamento pertencente ao grupo dos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e, portanto, possui propriedades analgésicas e antipiréticas. O composto em questão é utilizado no tratamento de doenças reumáticas e distúrbios dolorosos agudos de intensidade leve ou moderada.

Vários estudos mostram que o composto tem boa absorção intestinal, podendo ser administrado por via oral sem inconvenientes. Além disso, possui meia-vida de cerca de 13 horas, permitindo a sua ação durante um período prolongado.

Mecanismo de ação

O naproxeno é muito útil.
O naproxeno é um medicamento amplamente utilizado.

Assim como acontece com todos os AINEs, o naproxeno diminui a síntese de prostaglandinas ao inibir as enzimas ciclooxigenase (COX-1 e COX-2). As prostraglandinas são um grupo de proteínas de baixo peso molecular chamadas de citocinas, que funcionam como mediadoras do processo inflamatório.

O processo inflamatório e o estímulo doloroso também são reduzidos graças à inibição da migração dos glóbulos brancos. Esse medicamento também diminui a secreção de outros fatores inflamatórios, como leucotrienos, superóxidos e a liberação de enzimas lisossomais.

O efeito antipirético é observado graças à sua ação no sistema nervoso central. O naproxeno diminui a síntese de prostaglandina E2 no cérebro. Essa substância é responsável por alterar o ponto de ajuste da temperatura de uma região chamada hipotálamo e causar a febre.

Para que se usa o naproxeno?

Conforme mencionado acima, este medicamento é muito útil no tratamento sintomático da dor leve ou moderada. O composto é usado no alívio da dismenorreia ou das dores menstruais graças à inibição das prostaglandinas intrauterinas.

No entanto, o naproxeno é especialmente útil para aliviar a dor e a inflamação das estruturas osteoarticulares, como ocorre na bursite ou na tendinite. Também é usado para o tratamento de doenças reumáticas, tais como osteoartrite, artrite reumatoide e espondilite anquilosante.

Por sua vez, estudos mostram que ele também pode aliviar a enxaqueca quando combinado com outras drogas como o sumatriptano. Também é usado frequentemente na área odontológica para aliviar a dor após a extração de dentes.

Este é um medicamento que pode ser comprado sem receita médica; por isso, ele é amplamente utilizado pela população em geral para baixar a febre, aliviar os sintomas do resfriado comum e tratar dores musculares, de cabeça e nas costas.

Como o medicamento deve ser tomado?

O naproxeno deve ser engolido inteiro, sem mastigar ou triturar, e de preferência com alimentos para evitar distúrbios gastrointestinais. De acordo com a bula interna do medicamento, a dose máxima recomendada é de 1.100 miligramas por dia, porém, isso pode variar a critério do especialista.

A dose necessária varia de acordo com a doença a ser tratada. Nesse sentido, a dose recomendada para o tratamento das doenças reumáticas é de 1 comprimido de 550 miligramas 2 vezes ao dia. As cólicas menstruais são tratadas com 225 miligramas do medicamento a cada 6 ou 8 horas.

Em caso de enxaqueca ou dor de cabeça, deve-se tomar 1 comprimido e meio ou 725 miligramas com o primeiro sintoma. Então, é necessário administrar meio comprimido adicional após 30 minutos. No entanto, essas dosagens são valores de referência e é preciso consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento.

Por outro lado, se o medicamento for ingerido em forma de suspensão líquida, é necessário agitar o recipiente e utilizar o medidor fornecido. O tratamento não deve ser prolongado, pois isso pode gerar complicações gastrointestinais e cardíacas.

Efeitos colaterais do naproxeno

Assim como acontece com todos os medicamentos comercializados, o naproxeno pode causar efeitos indesejáveis em algumas pessoas. No entanto, esses efeitos colaterais geralmente não são graves e desaparecem por conta própria após alguns dias.

O sistema digestivo é um dos mais afetados, porém, os sintomas apresentados podem ser de vários tipos. Nesse sentido, os sintomas mais frequentes incluem os seguintes:

  • Diarreia.
  • Constipação.
  • Flatulência e arrotos.
  • Náuseas e vômitos
  • Dor de cabeça.
  • Sede excessiva.
  • Problemas de audição.

Por outro lado, estudos determinaram que entre 2% e 4% das pessoas que consomem AINEs desenvolvem distúrbios gastrointestinais superiores. Dessa forma, os pacientes podem desenvolver úlceras, hemorragias e perfurações, que são fatais se não forem tratadas a tempo.

Muitos AINEs também são capazes de causar doenças cardíacas, especialmente aqueles que têm alta afinidade pela enzima COX-2. No entanto, foi demonstrado que o naproxeno apresenta baixa afinidade por essa enzima e, portanto, o risco de apresentar alguma doença cardiovascular como consequência do seu uso é menor.

Advertências e contraindicações

O naproxeno alivia a dor.
As gestantes devem ter cuidado com este medicamento.

Uma das principais contraindicações para o consumo de naproxeno é a hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um de seus componentes. O medicamento também deve ser evitado se ocorrerem reações alérgicas a outros AINEs.

Este medicamento é metabolizado no fígado e eliminado através da urina, por isso o seu uso é contraindicado para as pessoas com insuficiência hepática ou insuficiência renal grave. Pessoas com doenças gastrointestinais, tais como úlceras ou hemorragias ativas, também devem evitar a utilização deste medicamento.

As mulheres no terceiro trimestre da gravidez não devem tomar naproxeno sem supervisão médica, pois há risco de parto prematuro. O composto tem a capacidade de interagir com outros medicamentos no organismo e gerar efeitos nocivos; portanto, é preciso informar ao especialista sobre a utilização de qualquer medicamento adicional.

O naproxeno não é contraindicado para pacientes idosos, crianças menores de 16 anos, pessoas com histórico de hipertensão ou que tenham risco de desenvolver úlceras ou hemorragias digestivas. No entanto, ele só deve ser administrado para esses pacientes quando os benefícios do seu uso superam os riscos.

Um medicamento eficaz e seguro

Em termos gerais, os AINEs são medicamentos úteis no tratamento da dor e dos processos febris. O naproxeno é um medicamento pertencente a esse grupo, amplamente utilizado porque é de fácil acesso e gera poucos efeitos colaterais.

É administrado com frequência para pacientes idosos por causa da sua eficácia para aliviar a dor causada pelas doenças reumáticas. Como se não bastasse, o risco de que esse composto cause alguma doença gastrointestinal ou cardiovascular é muito baixo.

No entanto, não se deve tomar naproxeno, ou qualquer outro medicamento, sem consultar o médico primeiramente. Só ele poderá indicar a dose necessária e o tempo de duração do tratamento. Embora os riscos sejam baixos, podem ocorrer problemas de saúde se o medicamento for consumido de forma inadequada.

  • Segre EJ. Naproxen sodium (Anaprox): pharmacology, pharmacokinetics and drug interactions. J Reprod Med. 1980 Oct;25(4 Suppl):222-5.
  • Syed YY. Sumatriptan/Naproxen Sodium: A Review in Migraine. Drugs. 2016 Jan;76(1):111-21.
  • Chacón-Carrión R, Asmat-Abanto A, Espejo-Carrera R. Efectividad Analgésica de Naproxeno Sódico y Etoricoxib Post Extracción Dental Simple: Ensayo Clínico Aleatorizado Paralelo. Int. J. Odontostomat. 2019; 13( 2 ): 241-246.
  • Bombardier C, Laine L, Reicin A, Shapiro D et al. Comparison of upper gastrointestinal toxicity of rofecoxib and naproxen in patients with rheumatoid arthritis. VIGOR Study Group. N Engl J Med. 2000;343(21):1520-8.
  • Angiolillo DJ, Weisman SM. Clinical Pharmacology and Cardiovascular Safety of Naproxen. Am J Cardiovasc Drugs. 2017 Apr;17(2):97-107.
  • Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios. Naproxeno sódico cinfa 550 mg comprimidos recubiertos con película EFG. Prospecto: información para el usuario. Documento disponible en: https://cima.aemps.es/cima/dochtml/p/65730/#introducci-n.