Sintomas do câncer de pulmão

Os sintomas do câncer de pulmão podem se camuflar como manifestações de outra doença. Vejamos os sinais de alerta que devem chamar a sua atenção.
Sintomas do câncer de pulmão

Escrito por Josberth Johan Benitez Colmenares, 12 Agosto, 2021

Última atualização: 12 Agosto, 2021

De acordo com a American Cancer Society, o câncer de pulmão é a principal causa de morte (por câncer) entre homens e mulheres. A cada ano, mais mortes são relatadas do que para câncer de mama, próstata e cólon combinados. O prognóstico é condicionado pela rapidez com que a doença é detectada, portanto, conhecer os sintomas do câncer de pulmão ajuda nesse processo.

A maioria dos sinais iniciais são vagos e se desenvolvem com intensidade leve. Apenas quando as células malignas cresceram ou se espalharam para outros lugares é que os sintomas se tornam mais intensos. Hoje revisaremos as manifestações clínicas do câncer de pulmão e alguns conselhos sobre quando procurar assistência médica.

Principais sintomas do câncer de pulmão

Existem muitos sintomas do câncer de pulmão. Eles se desenvolvem de forma diferente entre os pacientes, com frequências e intensidades que variam em cada caso. De acordo com os Centers for Disease Control and Prevention (CDC), os sinais iniciais que alertam a presença dessa doença são os seguintes.

Tosse persistente

Os sintomas de câncer de pulmão incluem tosse persistente.
A tosse característica do câncer de pulmão geralmente aparece de forma progressiva. Às vezes, ela pode ser o único sintoma óbvio.

A tosse talvez seja o sintoma mais frequente do câncer de pulmão. Algumas pessoas dizem que é uma tosse seca com sensação de cócegas, embora o indício mais importante seja que ela se desenvolve sem motivo aparente e persiste por semanas, ou seja, não existe um gatilho ambiental que a justifique, e nenhuma melhora é percebida com o tratamento convencional.

Alguns pesquisadores defendem o uso da escala de Manchester para classificar a intensidade da tosse, mas na prática esse é um sintoma que muitas vezes não é levado em consideração. As evidências indicam que, mesmo após o diagnóstico ela tende a ser colocada em segundo plano durante o tratamento. Essa tosse às vezes pode ser acompanhada de sangue, mas nem sempre.

Dor no peito

A Johns Hopkins Medicine nos lembra que esse sintoma aparece quando o tumor pulmonar cria pressão no peito. Muitas vezes ela piora com a tosse, riso, espirro ou respiração. Os pacientes comparam este sintoma a uma sensação de asfixia, que os impede de respirar livremente.

Quanto mais avançada a doença, maior é a dor no peito. Ela pode se estender para o ombro ou braço, e a manifestação geralmente é intermitente.

Dificuldade para respirar

Embora os estudos a esse respeito indiquem que esse sintoma é mais frequente em estágios avançados da doença, alguns pacientes também podem desenvolvê-lo nos primeiros meses. A dificuldade para respirar ocorre durante a realização de algum tipo de esforço físico como caminhar, correr, praticar esportes, fazer sexo e assim por diante.

Alguns pacientes confundem este sinal com sedentarismo, sobrepeso ou envelhecimento. Se ele ocorrer junto a outros dos sintomas mencionados acima e se manifestar ao longo de várias semanas, é recomendável não esperar muito tempo para buscar ajuda.

Infecções recorrentes

Muitos dos diagnósticos de câncer de pulmão são feitos porque o paciente desenvolve episódios repetidos de infecção. As evidências indicam que a pneumonia é a mais comum, embora também possam ocorrer manifestações de inflamação dos linfonodos pulmonares e bronquite.

Vários exames de imagem são realizados para detectar essas condições, que podem mostrar lesões ou nódulos do tumor. Se você sofre de infecções desse tipo com frequência, isso não significa necessariamente que você tem câncer, mas é recomendável descartar essa possibilidade junto a um especialista, ainda mais se você também apresentar os outros sintomas mencionados acima.

Outros sinais comuns de câncer de pulmão são perda de peso sem motivo aparente, fraqueza e fadiga, sibilância e perda de apetite. Todos esses sintomas costumam se desenvolver com maior intensidade e apresentar evolução mais rápida em pacientes fumantes.

Sintomas incomuns do câncer de pulmão

Quando o câncer se espalha para outras partes do corpo, os sintomas são mais gerais. De acordo com as informações apresentadas pela British Lung Foundation, destacamos algumas das manifestações clínicas nesses casos.

Dor nas costas

A dor nas costas ocorre em casos de metástase adrenal ou na coluna vertebral. Ela também pode se desenvolver devido à pressão do tumor nas raízes nervosas deste lado do corpo, embora neste caso a sensação seja menos intensa. As características deste sintoma são as seguintes:

  • Piora com a atividade física, ao estar deitado ou de pé por muito tempo.
  • Costuma piorar com movimentos bruscos; durante a tosse, por exemplo.
  • Pode estar presente na parte baixa, média ou alta das costas.
  • Em alguns casos, é mais aguda durante a noite.

Dor nos ossos

A dor nos ossos é gerada quando há metástase óssea. É mais comum que o tumor se espalhe para a coluna vertebral quando ela está mais próxima, mas também pode atingir áreas mais distantes. De acordo com o Cancer Research UK, quando as células cancerosas pressionam a medula espinhal, podem se experienciados os seguintes sintomas:

  • Fraqueza nas pernas.
  • Sensação de dormência no tronco inferior.
  • Perda do controle da bexiga ou do intestino.

Por sua vez, os níveis de cálcio no sangue aumentam, o que pode gerar quadros de confusão mental ou desidratação. Caso afete os ossos mais fracos, eles podem se fraturar ou quebrar mais facilmente.

Dificuldade para engolir

Se o câncer se espalhar para os gânglios linfáticos do pescoço, pode ser experimentada uma dificuldade para engolir. De acordo com as pesquisas também pode ocorrer disfagia, quando as raízes nervosas são comprimidas. Isso é relativamente comum em pacientes com câncer de pulmão avançado. Também podem ocorrer de distúrbios de fala, como mostram os estudos.

Icterícia

Sintomas de câncer de pulmão quando há metástase.
A icterícia é um sintoma comum a muitas doenças, mas no contexto de uma pessoa com câncer de pulmão, geralmente significa a presença de lesão hepática.

A icterícia (coloração amarela da pele e mucosas) é um sintoma associado à metástase hepática. Ela pode ser acompanhada por dor no lado direito do abdome, falta de apetite, coceira na pele e náuseas. Também pode ocorrer uma inflamação geral do abdômen, mais conhecida como ascite.

Dor de cabeça

Se o câncer se espalhar para o cérebro, podem ser desenvolvidas dores de cabeça. Ela será acompanhada por outros sintomas como confusão, sonolência, convulsões e fraqueza. A metástase cerebral é geralmente uma das principais complicações associadas ao crescimento de células malignas no pulmão.

Além disso, podem aparecer coágulos sanguíneos, inchaço no rosto e pescoço, perda de memória e ronco.

Quando procurar assistência médica?

Os sintomas do câncer de pulmão podem ser facilmente confundidos com outros tipos de doenças, especialmente durante os estágios iniciais. No entanto, é necessário estar atento à evolução das manifestações, especialmente se nenhuma explicação subjacente foi encontrada e a prevalência for de várias semanas.

Você deve ser ainda mais cauteloso em relação a esses sintomas se fizer parte dos grupos de risco. Se você é fumante, tem mais de 50 anos, esteve exposto de forma repetida a certos elementos tóxicos (amianto, urânio, arsênico, níquel e outros) ou tem histórico familiar, planeje uma consulta médica o mais rápido possível caso perceba algum sintoma.

Pode interessar a você...
Viver com câncer de pulmão
Muy SaludLeia em Muy Salud
Viver com câncer de pulmão

Viver com o câncer de pulmão começa com a assimilação da doença. Descubra quais hábitos incluir e quais interromper durante o tratamento.



  • Akinosoglou, K. S., Karkoulias, K., & Marangos, M. Infectious complications in patients with lung cancer. Eur Rev Med Pharmacol Sci. 2013; 17(1): 8-18.
  • Brady GC, Carding PN, Bhosle J, Roe JW. Contemporary management of voice and swallowing disorders in patients with advanced lung cancer. Curr Opin Otolaryngol Head Neck Surg. 2015 Jun;23(3):191-6.
  • Brady GC, Roe JWG, O’ Brien M, Boaz A, Shaw C. An investigation of the prevalence of swallowing difficulties and impact on quality of life in patients with advanced lung cancer. Support Care Cancer. 2018 Feb;26(2):515-519.
  • Harle ASM, Blackhall FH, Molassiotis A, Yorke J, Dockry R, Holt KJ, Yuill D, Baker K, Smith JA. Cough in Patients With Lung Cancer: A Longitudinal Observational Study of Characterization and Clinical Associations. Chest. 2019 Jan;155(1):103-113.
  • Lou VW, Chen EJ, Jian H, Zhou Z, Zhu J, Li G, He Y. Respiratory Symptoms, Sleep, and Quality of Life in Patients With Advanced Lung Cancer. J Pain Symptom Manage. 2017 Feb;53(2):250-256.e1.
  • Molassiotis A, Ellis J, Wagland R, Williams ML, Bailey CD, Booton R, Blackhall F, Yorke J, Smith JA. The Manchester cough in lung cancer scale: the development and preliminary validation of a new assessment tool. J Pain Symptom Manage. 2013 Feb;45(2):179-90.