Por que a pele envelhece?

A pele envelhece porque o processo de renovação celular fica mais lento. Isso ocorre devido ao processo natural de envelhecimento do corpo, mas também por outros fatores. Conheça-os!

Todos nós já nos perguntamos em algum momento por que a pele envelhece. A resposta se divide em dois : o processo natural e a influência dos fatores internos e externos. Entre os primeiros sinais de envelhecimento encontramos as rugas, acentuação de linhas de expressão, o afinamento da pele e aparecimento de manchas.

Por que a pele envelhece?

Por que a pele envelhece?
Como todos os tecidos, a pele tende a envelhecer por interação entre fatores genéticos e ambientais.

Em termos biológicos, a pele envelhece porque a renovação celular se torna cada vez mais lenta com a idade. De acordo com pesquisas, os primeiros sintomas dessa desaceleração começam a aparecer entre os 25 e 30 anos.

Quando a pele começa a envelhecer, passa a produzir menos colágeno e proteínas como a elastina e o ácido hialurônico. Por isso, entre os sinais de envelhecimento estão também a perda de elasticidade e luminosidade da pele.

No entanto, nesse processo, por mais natural que seja, influenciam fatores de caráter interno e externo que podem acelerá-lo. Ao afetar todas as camadas da pele: epiderme, derme e hipoderme, não pode ser revertido.

Mesmo assim, quando o envelhecimento é causado por fatores externos relacionados a uma má alimentação ou estilo de vida por exemplo, esse processo pode começar mais cedo.

Fatores que envelhecem a pele

Existem vários fatores pelos quais a pele envelhece. Entre eles encontramos os biológicos, hormonais, ambientais e estilo de vida. Te contamos mais sobre cada um deles.

Biológicos

Entre os fatores biológicos estão, com uma alta incidência, os genéticos. Segundo estudos, eles têm uma incidência de 25% sobre o envelhecimento da pele. Sendo esta uma causa imutável, pelo menos até agora. De fato, foi evidenciado que no nível genético a raça da pessoa tem relação com o envelhecimento da pele.

Nas descobertas expostas, encontra-se uma relação direta entre os genes que causam o envelhecimento e as doenças que seguem um curso semelhante ao envelhecimento. Aqui estão implicados aqueles envolvidos no estresse oxidativo do organismo, na reparação do DNA e na inflamação.

A pesquisa citada também explica que o sistema imunológico de cada pessoa tem muito a ver com isso.

Hormonais

A maioria dos hormônios do organismo tem efeitos sobre a pele, a unidade pilossebácea, as glândulas sudoríparas écrinas e apócrinas. De fato, considerando que alguns hormônios são sintetizados na pele, esse é considerado mais um órgão endócrino.

É por essa razão que o funcionamento inadequado do sistema endócrino pode alterar a pele e causar envelhecimento. Um estudo a esse respeito indica que pessoas com deficiência isolada e resistência ao hormônio do crescimento podem apresentar envelhecimento precoce.

Ambientais

Um dos fatores ambientais de maior impacto no envelhecimento da pele é a exposição à radiação ultravioleta (UV), tanto A (UVA) quanto B (UVB). O envelhecimento da pele por esse motivo é conhecido como fotoenvelhecimento e, baseado em estudos, as modificações causadas na estrutura da pele são irreversíveis.

Essa pesquisa também indica que o grau de incidência causados por esse fator depende também de fatores genéticos, do fototipo da pele e da capacidade de reparação dos mecanismos de DNA.

Agora, entre esses fatores ambientais, encontramos também o impacto do tabaco. Estudos indicam que os sinais de envelhecimento da pele, como as rugas faciais, aparecem na meia-idade, ou seja, entre os 35 e 40 anos. Além disso, explica-se que o tabaco faz com que a pele perca elasticidade.

Finalmente, a poluição também pode desencadear o envelhecimento prematuro da pele. Ainda mais porque a poluição tende a piorar os efeitos da exposição ao sol.

Estilo de vida

Por que a pele envelhece?
Uma alimentação saudável está relacionada a um bom estado de saúde da pele.

Outro motivo pelo qual a pele envelhece está relacionado ao estilo de vida de cada pessoa. Hábitos nocivos como fumar, beber álcool e expor a pele sem proteção solar levam ao envelhecimento precoce, não só da pele, mas de todo o organismo. Além disso, existe uma grande influência da alimentação.

Portanto, é necessário ter uma alimentação saudável que inclua vitamina A, que promove a saúde geral da pele; a vitamina C que ativa as defesas da pele e intervém no processo de síntese do colágeno, e a vitamina E, que protege o tecido celular e ajuda a melhorar a circulação sanguínea. Isso afirma a Academia Espanhola de Dermatologia e Venereologia.

Por outro lado, a perda de peso acelerada também afeta a pele e contribui para o seu envelhecimento. Isso ocorre porque quando a gordura da pele é perdida, a concentração de colágeno e ácido hialurônico diminui, tudo isso faz com que a pele perca volume e consistência, dando lugar a rugas.

Como evitar o envelhecimento da pele?

Como dissemos, existem alguns fatores que fazem a pele envelhecer, mas que não podem ser controlados como os genéticos e alguns ambientais. No entanto, podemos prevenir o fotoenvelhecimento e o impacto dos hábitos de vida que contribuem para isso, da seguinte forma:

  • Usar protetor solar: estudos indicam que o uso de protetor solar ajuda a evitar que os raios ultravioleta agridam a pele. Nesse sentido,  também é recomendável não se expor ao sol entre 10:00 e 16:00 horas, bem como usar óculos escuros.
  • Siga uma dieta saudável: os alimentos que comemos diariamente têm muita incidência no estado da pele. Devem prevalecer aqueles com um bom teor de vitaminas do complexo B, vitamina C e carotenos como os que achamos nos pimentões; vitamina E das oleaginosas; ácidos graxos ômega 3, presentes nos peixes, e flavonóides e antioxidantes, achados no chocolate.
  • Deixe o tabaco e o álcool: o tabaco provoca uma circulação sanguínea inadequada das células da pele e o álcool a desidrata. Portanto, é conveniente parar com esses hábitos prejudiciais.
  • Use cremes específicos: hidratantes e cremes anti-rugas ajudam a cuidar da pele e a prevenir o envelhecimento. Os primeiros ajudam a neutralizar a perda de água e os segundos, dependendo dos seus componentes, previnem a formação de rugas e podem melhorar o aspecto das já existentes.
  • Evite o estresse: o estresse é um dos fatores que mais envelhece a pele e o organismo. Além disso, desestabiliza o cortisol, que pode fazer com que a pele perca elasticidade e fique desidratada.

Por que a pele envelhece? Agora você sabe!

A pele envelhece por vários motivos, por isso, de agora em diante, você não deve se conformar em pensar que é algo que depende apenas da passagem dos anos. Se você leva um estilo de vida saudável e sua pele parece envelhecida e tem outras doenças, você deve consultar um médico para avaliar os aspectos genéticos e hormonais que podem estar afetando você.

Além disso, vale a pena insistir no uso de protetor solar e na exposição ao sol. Como mostram as pesquisas, quanto mais você se expõe ao sol, mais rápido a pele envelhece e, isso não é tudo, o sol provoca queimaduras na pele e outras doenças graves como o câncer de pele, causado pelos danos feitos ao material genético das células.

  • El envejecimiento cutáneo. Causas que lo desencadenan o aceleran. Manifestaciones. Tratamientos estéticos preventivos y paliativos. Revista digital para profesionales de la enseñanza. 2009.
  • Lozada, S., Rueda, R. Envejecimiento cutáneo. Rev Asoc Colomb Dermatol. 2010;18: 10-17.
  • Valdés-Rodríguez, R., Torres.Álvarez, B., González-Muro, J., Almeda-Valdés, P. La piel y el sistema endocrinológico. Gaceta Médica de México. 2012; 148: 162-8.
  • Sánchez-Saldaña, L. Fotoenvejecimiento. Dermatol PERU 2014; vol 24 (4) 223-224.
  • Rampoldi, R., Querejeta, M., Larreborges, A. Efectos del tabaco sobre la piel. Columna Rioplatense. Disponible en: http://www.atdermae.com/pdfs/atd_28_01_03.pdf
  • ¿Qué alimentos son importantes para tener una piel saludable? La AEDV te recomienda claves para prevenir enfermedades. Academia Española de Dermatología y Venereología-
  • El sol y la piel. El lado oscuro de la exposición al sol. National Institutes of Health.