Monurol, tratamento para infecção urinária

O Monurol contém um antibiótico chamado fosfomicina, que é comumente utilizado para tratar infecções urinárias em mulheres.
Monurol, tratamento para infecção urinária

Escrito por Sara Santos Lorente, 24 Julho, 2021

Última atualização: 04 Setembro, 2021

Os sachês de Monurol contêm f, um antibiótico indicado para o tratamento de infecções urinárias ou cistite aguda não complicada causada por microrganismos sensíveis à fosfomicina. Ele também é indicado para a prevenção de infecções urinárias após uma intervenção cirúrgica.

Por ser antibiótico este medicamento exige receita médica, ou seja, um médico deve prescrevê-lo e a farmácia só pode distribuí-lo mediante receita.

O Monurol é um medicamento muito eficaz para mulheres com infecção urinária, pois se trata de um antibiótico de amplo espectro. E o que isto significa? Bem, que ele tem efeito contra diferentes tipos de bactérias.

Como o Monurol deve ser tomado?

Na farmácia estão disponíveis duas apresentações de Monurol com doses diferentes:

  • Sachês de 2g: indicados para meninas de 6 a 11 anos.
  • Sachês de 3g: indicados para adolescentes maiores de 12 anos e mulheres adultas.

O Monurol é um medicamento vendido em sachês. O conteúdo deve ser despejado em meio copo de água, mexido até formar uma mistura homogênea e ser ingerido imediatamente.

Medicamentos, farmácia, cápsulas, comprimidos, Monurol.

A administração do Monurol é muito confortável, já que a prescrição mais comum costuma ser em dose única. Recomenda-se tomar o medicamento com o estômago vazio, de preferência antes de ir para a cama e após esvaziar a bexiga.

Os sintomas clínicos geralmente desaparecem 2 ou 3 dias após o término do tratamento. A eventual persistência de alguns sintomas locais não é necessariamente um sinal de falha terapêutica, mas pode ser devida a uma inflamação prévia.

Quando é contraindicado tomar Monurol?

Como a maioria dos medicamentos, existem grupos de pessoas para as quais a administração do Monurol é contraindicada. Portanto, ele não deve ser tomado se você:

  • Tem alguma hipersensibilidade ou alergia conhecida ao princípio ativo ou a qualquer um dos componentes do medicamento.
  • Sofre de insuficiência renal.
  • Se submete a hemodiálise.
  • Crianças menores de 6 anos.

Se eu estiver tomando outros medicamentos posso tomar Monurol?

Em geral, este medicamento não apresenta interações particularmente graves com outros medicamentos, embora escolhemos citar dois casos que merecem consideração especial:

  • A administração simultânea desse medicamento com metoclopramida, assim como outros medicamentos que aumentam a motilidade gastrointestinal, pois eles podem reduzir o efeito do antibiótico.
  • Se você estiver fazendo terapia anticoagulante, como o conhecido Sintrom, é necessário consultar um médico antes de administrá-lo juntamente com Monurol, pois isso pode potencializar o efeito.

Outras considerações

Comprimidos de medicamentos de drogas.

Este medicamento contém sacarose. Se um médico já informou que você tem intolerância a alguns açúcares ou é diabético, consulte-o antes de tomar este medicamento.

Possíveis reações adversas

Se você for alérgico ao antibiótico ou a qualquer um de seus componentes pode ocorrer uma reação de hipersensibilidade, incluindo anafilaxia e choque anafilático. Caso isso ocorra, o tratamento com fosfomicina deve ser interrompido e o tratamento médico apropriado deve ser estabelecido.

Uma característica dos antibióticos é que eles também agem contra outras bactérias florais normais em nosso corpo. Por isso, é frequente a associação do uso de antibióticos com diarreia de diferentes gravidades, que pode se manifestar na forma de diarreia ligeira ou até mesmo como colite fatal.

O mais comum são efeitos de duração limitada e que diminuem espontaneamente. Caso ocorra uma diarreia grave, persistente ou com sangue durante ou após o tratamento com este medicamento (ou por até várias semanas após o tratamento), o médico deve ser informado.

Outras reações adversas comuns são:

  • Inflamação na vagina e vulva.
  • Dor de cabeça.
  • Tontura.
  • Náuseas.

Outros efeitos colaterais menos comuns são:

Advertências e cuidados

Gravidez, mulher grávida.

  • Embora os estudos realizados até agora não demonstrem toxicidade reprodutiva, o uso de Monurol não é recomendad0 em pacientes grávidas.
  • A decisão de tomar este medicamento em mulheres lactantes é do médico, que irá avaliar o custo-benefício.
  • Capacidade de conduzir e utilizar máquinas: embora a princípio não devam haver problemas, é fato que foram descritos alguns casos de tonturas, por essa razão é necessário ter precaução nestes casos.

4 Dicas para o uso correto do Monurol

  1. Para que este antibiótico tenha melhor efeito, é recomendável tomá-lo com o estômago vazio, ou seja, pelo menos uma hora após a refeição, idealmente de 2 a 3 horas depois.
  2. A eficácia também aumenta se o remédio for tomado à noite e antes de dormir, logo após o esvaziamento da bexiga. Desta forma, garantimos que o medicamento permaneça na urina por mais tempo após a administração.
  3. Importante! Não devemos usá-lo indiscriminadamente. Este é um medicamento muito bom, mas devemos estar cientes de que o uso indevido aumentará a resistência ao antibiótico, que não será mais tão eficaz. Portanto, ele deve sempre ser prescrito por um médico.
  4. E, especialmente se você tiver uma recaída depois de alguns dias ou semanas, este antibiótico provavelmente não é adequado para tratar a bactéria causadora, portanto, será necessário mudar para outro antibiótico (existem muitas bactérias que causam infecção urinária, e um determinado antibiótico nem sempre é eficaz contra todas elas).
Pode interessar a você...
Antibióticos
Muy SaludLeia em Muy Salud
Antibióticos

Os antibióticos são medicamentos usados no tratamento de infecções bacterianas. É por isso que são conhecidos como antibacterianos.



  • Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios (AEMPS). (n.d.).
  • . Retrieved from
  • G.M., K. (2013). Fosfomycin trometamol: A review of its use as a single-dose oral treatment for patients with acute lower urinary tract infections and pregnant women with asymptomatic bacteriuria.
  • . Zhanel, G. G., Walkty, A. J., & Karlowsky, J. A. (2016). Fosfomycin: A First-Line Oral Therapy for Acute Uncomplicated Cystitis.