O que é o tech neck e como pode ser evitado?

Você já sentiu dor no pescoço ou nas costas depois de usar um dispositivo eletrônico durante muito tempo? Esta curiosa condição é conhecida como tech neck. Descubra como você pode evitá-la a seguir.

Os dispositivos eletrônicos são uma parte fundamental do dia a dia de milhões de pessoas no mundo todo. Aparelhos como celulares e computadores são projetados para facilitar a vida dos usuários. Porém, o seu uso indevido pode levar ao desenvolvimento do tech neck; mas o que é o tech neck e como pode ser evitado?

As novas gerações estão cada vez mais acostumadas ao uso de dispositivos eletrônicos e redes sociais. Assim, os jovens passam muito tempo olhando para a tela do celular. De fato, estudos mostraram que as pessoas passam até 143 minutos por dia usando um smartphone.

O uso prolongado de celulares e computadores, bem como o ato de escrever neles, pode desencadear problemas posturais em pessoas de todas as idades. Dessa forma, o desconforto na região do pescoço e membros superiores vem se tornando mais frequente com o passar do tempo.

O que é o tech neck?

O tech neck é comum atualmente.
Os pacientes podem dispensar muitas das atividades diárias por causa da dor intensa.

Este é um termo que foi cunhado nos últimos anos e que é usado para descrever os problemas musculares e ósseos que surgem por causa do uso excessivo de dispositivos eletrônicos. O desconforto aparece porque as pessoas geralmente olham para baixo enquanto usam esse tipo de dispositivo.

Quando a cabeça é inclinada para baixo, os músculos do pescoço precisam permanecer contraídos para conseguir sustentar a cabeça. Após um certo tempo, os músculos cervicais ficam fatigados e aparecem os sintomas característicos da síndrome em questão.

Se os músculos cervicais estiverem esgotados, a tarefa de sustentar a cabeça vai recair sobre as vértebras cervicais. Ao contrário dos músculos, a coluna vertebral não foi projetada para suportar grandes pressões durante períodos prolongados e, portanto, podem aparecer problemas mais sérios.

Atualmente, o tech neck é considerado uma epidemia mundial, pois qualquer pessoa que passe muito tempo olhando para baixo pode apresentar o problema. Esta síndrome peculiar não faz distinção entre sexo ou idade; no entanto, estudos mostram que a flexão em mulheres geralmente é maior.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma do tech neck é a dor cervical, que aparece quando os músculos do pescoço são incapazes de sustentar a cabeça. A dor é constritiva, ou seja, as pessoas podem se referir a ela como uma pressão na área, o que vai limitar os movimentos do pescoço.

Os músculos mais envolvidos nesta posição são o esternocleidomastoideo e o trapézio, sendo que este último músculo conta com fibras localizadas nas costas e próximas ao ombro. Nesse sentido, a dor também pode ser percebida nas áreas citadas.

Outros sintomas muito comuns da síndrome em questão são os seguintes:

  • Dores de cabeça.
  • Espasmos musculares no pescoço.
  • Dor entre as duas escápulas.
  • Pescoço rígido.
  • Dificuldade para olhar para cima durante um tempo.

Possíveis complicações

A coluna cervical está sujeita a uma grande pressão quando a cabeça é sustentada durante um período prolongado. Isso leva a complicações mais graves a longo prazo, como, por exemplo, o desgaste acelerado dos discos vertebrais, o que pode causar desníveis e rupturas dos discos.

As pessoas com desníveis podem sentir uma dor mais intensa e vários sintomas sensoriais nos membros superiores. No entanto, essas complicações são raras e demoram anos para aparecer.

Como evitar o tech neck?

É importante notar que não existe uma medida 100% eficaz que ajude a prevenir o aparecimento de uma dor induzida. No entanto, existem algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir a incidência de tech neck, entre as quais se destacam:

Fazer pausas regulares

Em muitos casos, é impossível reduzir o uso de aparelhos eletrônicos, pois eles podem estar intimamente ligados ao trabalho das pessoas. No entanto, fazer pausas regulares ajuda muito a diminuir a dor cervical e, por isso, os médicos recomendam fazer pausas curtas a cada 30 minutos ou 1 hora.

Para isso, os usuários podem definir alarmes para iniciar minutos de descanso. Exercícios de alongamento e relaxamento também são recomendados durante os períodos de descanso. Fazer esse tipo de exercício ajuda a relaxar os músculos cervicais e a reduzir a dor.

Mantenha uma posição adequada

As pessoas devem se sentar adequadamente e manter uma postura correta ao usar um computador para evitar o aparecimento do tech neck. Por muito tempo, geralmente se dizia que o melhor era se sentar ereto; porém, o mais recomendável é se sentar com uma inclinação de 30 graus.

Uma inclinação de 30 graus reduz a pressão nas vértebras lombares e nos músculos cervicais. Também é recomendado usar uma cadeira com suporte lombar e cervical adequado, que terá a mesma função que a inclinação.

Finalmente, a altura da tela dos computadores e celulares deve ser ajustada para que seja possível evitar inclinar a cabeça durante o seu uso. Outra boa opção é levantar os braços em vez de inclinar a cabeça ao escrever em um smartphone ou tablet.

Faça exercícios aeróbicos

O tech neck pode ser evitado com exercícios regulares.
O exercício aeróbico não apenas reduz a frequência dessas dores, como também traz benefícios para o sistema cardiovascular.

Os exercícios não só ajudam a manter uma boa saúde em geral, como também evitam o aparecimento de várias doenças. No caso da síndrome em questão, os exercícios ajudam a melhorar a oxigenação de todos os órgãos e a fortalecer os músculos, inclusive os cervicais.

Os especialistas recomendam fazer exercícios aeróbicos durante pelo menos 20 ou 30 minutos, de 3 a 4 dias por semana. Entre as atividades físicas mais recomendadas estão caminhada, corrida e natação; porém, você pode realizar qualquer tipo de exercício para evitar o sedentarismo.

Tech neck: um problema comum que pode ser evitado

Apesar de a tecnologia ser projetada para facilitar a vida das pessoas, ela também gerou o surgimento de vários problemas. O tech neck é uma síndrome que surge como resultado da flexão inadequada do pescoço durante um peródo prolongado, caracterizada por dor e rigidez cervical.

Este é um problema que pode ser evitado ao seguir as recomendações acima e que raramente requer cuidados especializados. No entanto, consultar um fisioterapeuta pode ser útil nos casos nos quais a dor é mais intensa.

  • Short N, Mays M, Cool A, Delay A, Lannom A et al. Defining Mobile Tech Posture: Prevalence and Position Among Millennials. The Open Journal of Occupational Therapy. 2020; 8(1): 1-10.
  • Haneen M. Effects of texting on neck muscle activity and neck flexion in college students. University of Mississippi Honors Theses. 2018. 669.
  • Binder AI. Neck pain. BMJ Clin Evid. 2008 Aug 4;2008:1103.
  • Cohen SP. Epidemiology, diagnosis, and treatment of neck pain. Mayo Clin Proc. 2015 Feb;90(2):284-99.
  • Short N, Cool A, Delay A, ODonnell L, Lannom A, Stuber R. Mobile tech posture and the upper extremity: prevalence and biomechanics. Journal of Hand Therapy. 2019; 32(4): 553-554.
  • Meggett, Kinsey. A Dangerous Curve: The Effects Of Technology On The Cervical Vertebrae. South Carolina Junior Academy of Science. 2016. 154.