Terapia online: características, benefícios e eficácia

26 março, 2021
This article has been written and endorsed by la psicóloga Laura Ruiz Mitjana
A terapia online está crescendo; afinal, cada vez mais profissionais e pacientes estão começando a usar essa nova modalidade terapêutica. Quais são as suas características e benefícios? Será que ela é eficaz? Vamos te contar tudo!

Os tempos estão mudando em nível social e profissional, isso é evidente. A revolução digital chegou há anos e está se expandindo em quase todas as áreas profissionais, incluindo a psicologia. Com a sua chegada, também chega o uso (e a ascensão) da terapia online.

Essa modalidade envolve a realização da terapia em casa, com um computador (ou celular) e uma conexão à internet. Traz benefícios como, por exemplo, conforto, anonimato ou segurança. Além disso, permite escolher psicólogos de qualquer parte do mundo e, ao mesmo tempo, os psicólogos podem oferecer os seus serviços para muito mais longe, rompendo assim qualquer tipo de barreira geográfica.

Há pessoas que preferem a terapia presencial,por causa de toda a questão do contato humano (muito mais próximo quando a sessão é presencial), mas outras já começaram essa nova modalidade e estão maravilhadas. Tudo vai depender das necessidades da pessoa, das suas preferências, etc. Neste artigo, vamos contar em que consiste esta modalidade, além de suas características, benefícios e eficácia.

Terapia online: definição e características

A terapia online é excelente em algumas circunstâncias.
A conveniência desse tipo de atendimento fez com que a sua popularidade aumentasse bastante.

A terapia online é aquela realizada por meio das novas tecnologias. Consiste em um formato de terapia no qual o paciente e o terapeuta se encontram através da internet, por meio de diferentes aplicativos de videochamada, como o Skype, por exemplo. Assim, para usufruir deste serviço, basta ter uma conexão à Internet e um celular ou computador.

Essa opção é cada vez mais solicitada pelos pacientes, que a veem como uma opção fácil, confortável e segura, principalmente para aqueles que têm dificuldade para acessar a modalidade presencial. Por outro lado, também há cada vez mais profissionais de saúde mental que decidem oferecer o serviço de psicoterapia online, por causa dos seus grandes benefícios.

É uma opção diferente de fazer terapia, que também inclui desvantagens (por exemplo, “perde-se” o contato humano, a proximidade, uma grande parte da linguagem não verbal, o calor humano, etc.). Porém, também existem vantagens  e vamos apresentar algumas delas a seguir.

Benefícios da terapia online

Quais são os benefícios de fazer terapia online? Apresentamos alguns dos mais importantes:

Conveniência: não há necessidade de se deslocar

Um dos benefícios da terapia online é a conveniência do serviço. Assim, não precisamos nos deslocar até o consultório do psicólogo, podendo realizar a sessão de qualquer lugar com conexão. Dessa forma, podemos fazer a terapia em casa.

Isso nos economiza tempo e dinheiro. Além disso, desta forma, torna-se mais fácil não chegar atrasado e não corremos o risco de ter problemas no caminho para a consulta.

Não existem barreiras geográficas

A terapia online quebra as barreiras geográficas; assim, um psicólogo de Barcelona, por exemplo, pode conduzir sessões com qualquer pessoa no mundo que tenha uma conexão com a internet.

Em outras palavras, ele pode aplicar a terapia para pessoas do mundo todo e, assim, os horizontes desaparecem. Além disso, este também é um ponto positivo para quem vive em áreas geográficas com pouca oferta de psicólogos, ou com psicólogos que não atendam às suas necessidades ou interesses.

Facilita o anonimato

Principalmente no início da terapia, quando a relação terapêutica ainda não existe e não há conexão emocional, não é fácil falar sobre nós com um estranho.

Por esse motivo, outro benefício da terapia online é o anonimato “parcial” que se tem. Os nossos rostos podem ser vistos (ou não, conforme decidirmos), mas não é como fazer terapia presencialmente.

Preço (pode ser mais barato)

Embora nem sempre seja, a terapia online às vezes é mais barata do que a terapia presencial. Quando isso acontece, podemos economizar dinheiro e até mesmo ter sessões mais frequentes.

Monitoramento contínuo

Outro benefício da terapia online é o fato de que os profissionais podem fazer o acompanhamento de uma pessoa que, por outros motivos, teve que deixar a cidade ou o local onde está localizado o centro de psicologia.

Assim, esta é uma modalidade que facilita que os pacientes que tiveram que se deslocar ou mudar de residência possam continuar mantendo as sessões com o seu terapeuta original.

Ambiente seguro e familiar

Embora na terapia presencial o ambiente também possa ser seguro e familiar, na verdade, na modalidade online, podemos realizar as sessões na nossa própria casa. O que é mais familiar do que isso?

Isso torna o ambiente tão seguro e familiar quanto possível, pois estaremos na nossa “zona de conforto “. É preciso dizer que isso, por sua vez, também pode ser uma desvantagem.

Flexibilidade e compatibilidade de horários

Especialmente para as pessoas com horários complicados ou jornadas de trabalho intensas, a modalidade online oferece a possibilidade de agendar uma sessão de uma forma muito mais flexível.

Assim, essas pessoas que talvez não conseguissem ir para a terapia presencial desfrutam de uma maior comodidade nesse aspecto, pois, de certa forma, o terapeuta consegue se adaptar mais facilmente aos seus horários.

Eficácia

A terapia online pode ser tão eficaz quanto a terapia presencial.
Muitas vezes é uma questão de preferência, mas as evidências indicam que não há diferença entre entre a terapia online e a presencial.

Até o momento, existem muitos estudos que confirmam a eficácia da terapia online. Um deles é um estudo realizado em 2017 por pesquisadores da Universidade de Virginia (EUA), publicado na revista médica americana JAMA Psychiatry.

No estudo, que avaliou a eficácia da terapia online em pacientes recebendo tratamento para a insônia, os resultados mostraram que mais da metade dos participantes com insônia crônica notou uma melhora em poucas semanas, graças ao tratamento recebido.

Além disso, em um ano de acompanhamento, foi verificado como os participantes conseguiram continuar a adormecer sem problemas.

Tão eficaz quanto a terapia presencial?

Já falamos sobre a eficácia da terapia online em um distúrbio muito específico, a insônia, mas e em geral? Podemos dizer que esta é uma ferramenta tão eficaz quanto a terapia presencial?

Esta questão é respondida por um dos mais famosos estudos realizados sobre a terapia online, publicado no Journal of Technology in Human Services em 2007 e intitulado The best Practices of online therapy.

O que este estudo revela? Que a terapia online é eficaz e que não há diferenças significativas em comparação com a terapia presencial, especialmente nos casos relacionados ao estresse ou ansiedade.

Por outro lado, um estudo de 2011 intitulado Telepsicologia e videoconferência: problemas, oportunidades e um guia para psicólogos, publicado na Australian Psychologist, também corrobora as conclusões do estudo anterior.

Além disso, o estudo sugere que não haveria diferenças significativas entre a aliança terapêutica que surge na terapia presencial e na terapia online.

Terapia online: só vantagens?

E você, prefere a terapia online ou presencial? Você já tentou alguma das duas? Embora ambas tenham características diferentes, o que fica claro é que, se o profissional for bom, ele será bom tanto de forma presencial quanto atrás de uma tela.

Por outro lado, também é verdade que a modalidade online tem suas limitações ou desvantagens, principalmente para aquelas pessoas que “precisam” de um contato humano muito mais próximo.

Porém, para muitas outras, esta é uma modalidade repleta de vantagens, principalmente para as pessoas que se sentem mais confortáveis com essa “distância” com o terapeuta, ou que se sentem mais “seguras” ou confortáveis fazendo terapia de casa.

Além disso, essa também pode ser vista como uma modalidade ideal para as primeiras sessões, ou seja, para iniciar um primeiro contato com o terapeuta.

É uma maneira de iniciar a terapia de forma mais progressiva (passando depois para a modalidade presencial), principalmente para quem tem muita resistência em fazer terapia.

  • Ress, C. & Haythornthwaite, S. (2011). HaTelepsychology and videoconferencing: Issues, opportunities and guidelines for psychologists. Australian Psychologist. https://doi.org/10.1080/00050060412331295108
  • Ritterband, L., et al. (2017). Effect of a Web-Based Cognitive Behavior Therapy for Insomnia Intervention With 1-Year Follow-upA Randomized Clinical Trial. JAMA Psychiatry, 74(1): 68-75. doi:10.1001/jamapsychiatry.2016.3249
  • Vaquero, C. y Vaquero, E. (2010). Psicología. México: Esfinge.