Por que ocorre a amigdalite?

A inflamação das amígdalas é uma condição muito comum no tempo frio. Neste artigo, resumimos as causas mais importantes da amigdalite.
Por que ocorre a amigdalite?

Escrito por Sara Santos Lorente, 24 Julho, 2021

Última atualização: 25 Julho, 2021

Amigdalite é a inflamação das amígdalas. É uma condição geralmente leve da qual praticamente todos nós já sofremos em algum momento. Consiste em uma irritação do trato respiratório superior.

Embora possa aparecer em qualquer época do ano , a incidência aumenta amplamente no inverno, junto com os processos catarrais e de gripe. A seguir, veremos as causas que produzem a amigdalite.

Por que as amígdalas estão inflamadas?

As tonsilas estão localizadas na faringe e têm função de defesa do nosso organismo contra agentes externos. Esses agentes externos podem ser bactérias ou vírus. Por isso, se inflamam quando passamos por um processo infeccioso, sinal de que nosso corpo está reagindo ao patógeno.

A amigdalite é mais frequentes na infância porque, nesta época, é quando ocorre o primeiro contato com os diversos germes. Nosso sistema imunológico amadurece pouco a pouco com eles.

a amigdalite

Quais são as causas da amigdalite ?

A causa mais comum é a infecção causada por bactérias ou vírus ; mas também pode ser por causas de natureza alérgica, química, secundária a outras doenças ou mesmo traumáticas. Em qualquer caso, sofrer de amigdalite é um sintoma inespecífico da luta do nosso corpo contra um germe ou agente externo.

A seguir, desenvolvemos as causas mais comuns de amigdalite:

Amigdalite causada por uma infecção viral

Os vírus são responsáveis por mais de 50% das amigdalites, tanto em crianças quanto em adultos. Os agentes causais mais frequentes são os vírus Influenzae, Parainfluenzae, Herpes, Coxsackie e Adenovírus. Todos eles podem causar inflamação da amigdalite por conta própria ou predispor a uma infecção bacteriana.

Os sintomas que acompanham as dores de garganta causadas por vírus são:

  • Febre baixa (febre leve).
  • Tosse.
  • Congestionamento nasal.
  • Vermelhidão difusa da orofaringe.
  • Linfadenopatia difusa.

Nesse caso, o tratamento costuma ser sintomático.

Amigdalite por infecções bacterianas

É outra das causas mais frequentes. Aproximadamente 40% das amigdalites são causadas por microrganismos bacterianos, especialmente estreptococos, sendo a principal causa estreptococos beta-hemolíticos do grupo A. Outras famílias de bactérias que podem causar amigdalite são Pneumococos, Estafilococos, Haemophylus influenza e e Corinebacterium.

Quando a inflamação da amigdalite é causada por uma infecção bacteriana , geralmente aparece de forma abrupta, acompanhada por febre alta, dor intensa e linfadenopatia cervical. Essas infecções podem vir de um desequilíbrio de nossa própria flora bacteriana ou podem ser causadas por outros vírus e / ou bactérias externas.

a amigdalite

Você pode estar interessado: Azitromicina

O que podemos fazer para prevenir a amigdalite ou minimizar suas complicações?

Algumas recomendações para prevenir amigdalite são:

  • Lave as mãos com freqüência.
  • Use lenços descartáveis.
  • Evite mudanças repentinas de temperatura.

Caso queira minimizar complicações, pode levar em consideração as seguintes dicas:

  • Aumente a ingestão de líquidos.
  • Dieta leve.
  • Não force sua voz.
  • Evite fumar.

Em conclusão, a amigdalite é causada principalmente por uma infecção viral ou bacteriana. Normalmente, conseguimos resolvê-las com tratamento sintomático ou antibióticos, sem maiores complicações. As crianças são especialmente vulneráveis a essa condição.



  • ChacónMartínez J, Puebla Morales JM, Padilla Parrado M. Patología inflamatoria inespecífica de la faringe. Libr virtual Form en ORL. 2014:1-15.
  • Font E. Faringitis y amigdalitis . Tratamiento etiológico y sintomático. Ambito Farm. 2001:71-76.
  • Barreras JI. Fisiología del anillo de Waldeyern. Faso. 2014;2(2):79-81. http://www.faso.org.ar/revistas/2014/2/13.pdf.
  • Stelter K. Tonsillitis and sore throat in childhood. Laryngorhinootologie. 2014;93 Suppl 1:84-102. doi:10.1055/s-0033-1363210
  • Franz Baehr M, Jorge Mackenney P. Aspectos clínicos de la influenza. Rev Médica Clínica Las Condes. 2014;25(3):406-411. doi:10.1016/S0716-8640(14)70056-2