Dieta para a acne

Vamos te ensinar a planejar uma dieta adequada para o tratamento da acne, que reduzirá a formação de espinhas e inflamações.
Dieta para a acne
Saúl Sánchez

Escrito e verificado por el nutricionista Saúl Sánchez em 08 Setembro, 2021.

Última atualização: 08 Setembro, 2021

A acne é uma patologia dermatológica que ocorre com a formação e inflamação de espinhas nas áreas superficiais da pele, principalmente durante a adolescência. Ela é atribuída a um distúrbio hormonal e de natureza transitória. No entanto, a gravidade da condição pode ser reduzida com a ajuda da dieta.

É importante considerar que alguns alimentos demonstraram a capacidade de limitar a formação de sebo a nível cutâneo, o que evita a formação de espinhas na pele. No entanto, às vezes uma alimentação balanceada não é suficiente, sendo necessário recorrer ao uso de antibióticos devido à presença de infecções.

Dieta anti-inflamatória para tratar a acne

Como discutimos, é possível planejar uma dieta de caráter anti-inflamatório para reduzir a gravidade da acne em termos de inflamação e infecção. As principais recomendações são as seguintes:

Consumir gorduras de qualidade

A dieta para a acne inclui o consumo de gorduras saudáveis.
O azeite de oliva é uma fonte importante de ácidos graxos ômega 3. Seus benefícios não apenas englobam a acne, mas também ajudam no funcionamento do sistema cardiovascular.

Os lipídios são macronutrientes essenciais na dieta. No entanto, nem todos contam com a mesma qualidade. Os do tipo cis são positivos para a saúde, destacando-se entre eles os insaturados da série ômega 3.

Eles são capazes de ajudar a controlar a inflamação, melhorando também a saúde. Isso é evidenciado por um estudo publicado na revista International Immunology.

No entanto, quando os ácidos graxos cis são submetidos a altas temperaturas, ocorre uma transformação na configuração espacial das suas moléculas. Eles se transformam no tipo trans, que é prejudicial para o organismo pois promove mecanismos inflamatórios, de acordo com pesquisas publicadas na revista Progress in Lipids Research.

Para garantir o consumo de gorduras de qualidade, deve-se promover a presença de alimentos frescos na dieta, reduzindo a ingestão de produtos ultraprocessados. Também deve-se assegurar que os métodos de cozimento não sejam muito agressivos do ponto de vista térmico. É sempre aconselhável optar pela grelha, forno, cozimento a vapor ou com água.

Desta forma, a contribuição de gorduras saturadas e insaturadas do tipo cis será aumentada, controlando os processos inflamatórios. Isso ajudará a evitar uma superexpressão da acne, que pode complicar o desenvolvimento da patologia.

Deve-se ter em mente que existem evidências de que os ácidos graxos da série ômega 6 podem agravar o problema da acne. Por esse motivo, é recomendável manter uma relação de ômega 3 e ômega 6 o mais equilibrada possível, para evitar a superexpressão da patologia.

É aconselhável garantir o consumo de peixes azuis e azeite virgem extra, reduzindo a ingestão de outros óleos vegetais, margarinas ou oleaginosas.

Ingerir vitamina C

As espinhas provocadas pela acne podem deixar marcas temporárias ou permantentes. Normalmente elas geram uma série de feridas, principalmente se forem manipuladas. Por esse motivo, é aconselhável garantir na dieta a presença de alimentos que estimulem a síntese de colágeno.

Essa proteína é a mais abundante no corpo humano, pois faz parte de quase todos os tecidos. Sua produção é endógena, mas pode ser aumentada pela presença de certos nutrientes em grandes quantidades, como a vitamina C. Isso é evidenciado por pesquisas publicadas no Jornal Internacional de Nutrição Esportiva e Metabolismo do Exercício.

Para melhorar a ingestão de vitamina C, é necessário introduzir na dieta alimentos como frutas cítricas, tubérculos, morangos, kiwis, espinafre, etc. Todos eles contribuem para atender as necessidades diárias dessa substância, o que garante também uma saúde melhor a médio prazo.

Outro micronutriente que também mostrou propriedades positivas em termos de regeneração de feridas é a vitamina A. Ela pode ser encontrada na forma de betacaroteno em muitos alimentos vermelhos, como cenoura, tomate, pimentão, etc.

Mesmo os produtos de origem animal, como laticínios ou fígado, apresentam uma concentração significativa desse elemento.

Consumir de suplementos de proteína com moderação

De acordo com um estudo publicado na revista Health Promotion Perspectives, pode haver uma associação entre o consumo de suplementos de proteína de soro de leite e o desenvolvimento de uma acne mais agressiva.

Faltam evidências que confirmem essas suspeitas, mas para adolescentes com tendência a problemas dermatológicos pode ser benéfico moderar a ingestão desses produtos.

Por outro lado, cabe destacar que não existem pesquisas que garantam que o consumo de proteínas em geral esteja associado a um risco aumentado de desenvolver acne. A maioria dos estudos fala desse fenômeno quando é feita a suplementação com proteína de soro de leite, embora a amostra seja sempre composta por adolescentes que praticam musculação.

Nesse caso existe um nível significativo de viés. Por um lado, estamos falando de adolescentes com uma maior produção de testosterona devido ao exercício de força. Por outro lado, é possível que alguns deles utilizem substâncias anabolizantes. Entre os efeitos colaterais que essas substâncias apresentam, geralmente está a acne.

Incluir especiarias culinárias

Não podemos falar de uma dieta anti-inflamatória para prevenir ou tratar a acne sem fazer referência ao consumo de especiarias culinárias. Esses produtos não servem apenas para melhorar as características organolépticas das preparações, como também são capazes de fornecer uma grande quantidade de fitonutrientes com potencial benéfico para a saúde.

Entre todas elas se destaca a cúrcuma. Segundo um estudo publicado na revista Drug Design, a curcumina presente em sua composição é capaz de controlar processos inflamatórios. Ela também consegue neutralizar a formação de radicais livres e seu posterior acúmulo nos tecidos, o que está associado a um melhor estado de saúde.

No entanto, existem muitas outras especiarias culinárias que podem e devem ser introduzidas na dieta de forma regular. Pimenta, curry e gengibre são bons exemplos. Cada um deles possui características específicas, além de um potencial de ação sobre determinados parâmetros fisiológicos do organismo.

Consumir laticínios com moderação

A dieta para a acne inclui evitar laticínios.
É aconselhável controlar o consumo de laticínios em pacientes com acne moderada ou grave.

Os produtos lácteos são alimentos de alta qualidade e densidade nutricional. Eles concentram nutrientes como proteínas e cálcio. No entanto, o consumo excessivo deles durante a adolescência pode aumentar a gravidade da acne, conforme afirmam pesquisas publicadas no International Journal of Dermatology.

Isso se deve ao fato de esses alimentos promoverem a expressão de um fator fisiológico associado a um aumento da síntese sebácea a nível cutâneo. Em qualquer caso, isso não significa que a presença deles na dieta deva ser restringida, mas simplesmente que não é aconselhável consumir mais de 2 porções por dia.

Consumir probióticos

Por fim, cabe destacar a possibilidade de incluir uma suplementação de probióticos na dieta para reduzir a gravidade da acne. Pesquisas mais recentes conseguiram demonstrar que influenciar a microbiota da epiderme pode melhorar a saúde, reduzindo as patologias geradas nessa área.

Não é necessário apenas modificar ou melhorar o perfil da microbiota externa, mas também a do intestino. Desses microrganismos depende a secreção de uma série de compostos anti-inflamatórios como o butirato, que são decisivos para manter a saúde e prevenir a promoção de processos inflamatórios.

Além disso, através da inclusão de probióticos na dieta, a incidência de infecções bacterianas ou causadas por microrganismos pode ser reduzida. Estas tendem a complicar a acne, tornando-a mais grave e fazendo necessário o tratamento com antibióticos.

Quando essas infecções se tornam recorrentes, é comum que se experimente uma sensação de inchaço, queimação e dor nas áreas afetadas, afetando a qualidade de vida e o bem-estar de quem sofre com elas.

Exemplos de dieta para tratar a acne

Agora vamos exemplificar as informações mencionadas, apresentando uma série de menus válidos para o tratamento de acne e redução de espinhas a nível externo.

Café da manhã para a acne

  • Mingau de aveia.
  • Chá verde com torradas, azeite virgem e tomate.
  • Panquecas de aveia com frutas vermelhas.

Almoço

  • Proteína escolhida grelhada com batata cozida e pimentão.
  • Carne vegetal com batata-doce e couve-flor.
  • Carne vegetal salteada com verduras ao curry.
  • Salada de legumes.

Jantar

  • Carne vegetal grelhada com salada completa.
  • Merluza com batata cozida e cenoura.
  • Feijão com ovo cozido e tomate triturado.
  • Feijão vermelho salteado com espinafre.

É importante considerar que com estes pratos você não apenas conseguirá reduzir a presença da acne, mas também experimentará uma mudança positiva na composição corporal e uma melhora na saúde. Afinal, consumir alimentos frescos apresenta muitas vantagens a médio prazo.

Planeje uma dieta para ajudar a acabar com a acne

Somente através da dieta será muito difícil erradicar a acne, mas é possível reduzir a gravidade da mesma, assim como a inflamação das espinhas. Se você colocar em prática todos os conselhos que mencionamos, poderá experimentar uma melhora significativa.

Se a situação não evoluir da forma esperada, pode ser necessário buscar ajuda médica. Em alguns casos existe uma inflamação bacteriana persistente, que deve ser tratada com antibióticos para ser resolvida adequadamente. Caso contrário, a acne demorará mais tempo para desaparecer.

Por último, tenha em mente que é necessário limitar a ingestão de suplementos de proteína de soro de leite. Caso você precise de um suprimento extra desses nutrientes para promover o desenvolvimento ou recuperação muscular, é recomendável consultar um nutricionista para avaliar outras opções.

Pode interessar a você...
A dieta influencia na acne?
Muy SaludLeia em Muy Salud
A dieta influencia na acne?

A dieta pode influenciar ligeiramente na gravidade da acne e na inflamação associada às espinhas. Te explicaremos mais sobre esse assunto a seguir.



  • Ishihara T, Yoshida M, Arita M. Omega-3 fatty acid-derived mediators that control inflammation and tissue homeostasis. Int Immunol. 2019 Aug 23;31(9):559-567. doi: 10.1093/intimm/dxz001. PMID: 30772915.
  • Valenzuela CA, Baker EJ, Miles EA, Calder PC. Eighteen‑carbon trans fatty acids and inflammation in the context of atherosclerosis. Prog Lipid Res. 2019 Oct;76:101009. doi: 10.1016/j.plipres.2019.101009. Epub 2019 Nov 2. PMID: 31669459.
  • Lis DM, Baar K. Effects of Different Vitamin C-Enriched Collagen Derivatives on Collagen Synthesis. Int J Sport Nutr Exerc Metab. 2019 Sep 1;29(5):526-531. doi: 10.1123/ijsnem.2018-0385. PMID: 30859848.
  • Cengiz FP, Cevirgen Cemil B, Emiroglu N, Gulsel Bahali A, Onsun N. Acne located on the trunk, whey protein supplementation: Is there any association? Health Promot Perspect. 2017 Mar 5;7(2):106-108. doi: 10.15171/hpp.2017.19. PMID: 28326292; PMCID: PMC5350548.
  • Chin KY. The spice for joint inflammation: anti-inflammatory role of curcumin in treating osteoarthritis. Drug Des Devel Ther. 2016 Sep 20;10:3029-3042. doi: 10.2147/DDDT.S117432. PMID: 27703331; PMCID: PMC5036591.
  • Ozdarska K, Osucha K, Savitskyi S, Malejczyk J, Galus R. Rola diety w patogenezie trądzika pospolitego [Diet in pathogenesis of acne vulgaris]. Pol Merkur Lekarski. 2017 Oct 23;43(256):186-189. Polish. PMID: 29084194.
  • Dall’Oglio F, Nasca MR, Fiorentini F, Micali G. Diet and acne: review of the evidence from 2009 to 2020. Int J Dermatol. 2021 Jun;60(6):672-685. doi: 10.1111/ijd.15390. Epub 2021 Jan 18. PMID: 33462816.
  • Goodarzi A, Mozafarpoor S, Bodaghabadi M, Mohamadi M. The potential of probiotics for treating acne vulgaris: A review of literature on acne and microbiota. Dermatol Ther. 2020 May;33(3):e13279. doi: 10.1111/dth.13279. Epub 2020 Apr 7. PMID: 32266790.